Política

França Van-Dúnem homenageado no RI-20

A Universidade Católica de Angola (UCAN), a Ordem dos Advogados, entre outras instituições públicas e privadas, homenageiam hoje, no Ex- RI-20, o nacionalista e antigo Primeiro-Ministro José de França Dias Van-Dúnem, falecido no dia 12 deste mês, em Lisboa, por doença.

16/06/2024  Última atualização 08H00
França Van-Dúnem faleceu, em Lisboa, Portugal, vítima de doença © Fotografia por: Edições Novembro

O programa oficial das exéquias destaca, antes da cerimónia de homenagens, a realização do velório a partir das 16 horas. Os restos mortais do também antigo presidente da Assembleia Nacional chegaram ontem a Luanda e vão a sepultar no cemitério Alto das Cruzes.

O documento reserva para amanhã, data do funeral, as leituras das mensagens da Assembleia Nacional, do Bureau Político do MPLA e da Reitoria da Universidade Católica. Seguir-se-ão homenagens dos titulares dos órgãos de soberania.

Nascido a 24 de Agosto de 1934, em Luanda, Fernando José de França Dias Van-Dúnem, diplomata de carreira, foi embaixador de Angola em Portugal e na Bélgica, vice-ministro das Relações Exteriores e ministro da Justiça. Foi, igualmente, Primeiro-Ministro por duas vezes, entre 1991 e 1992 e de 1996 a 1999, bem como presidiu à Assembleia Nacional de 1992 a 1996.

Além de deputado, foi Professor Catedrático e titular na Universidade Católica de Angola. Na arena internacional, França Van-Dúnem foi, entre 1982 e 1986, embaixador de Angola em Portugal e Espanha, depois de ter desempenhado essas funções, entre 1979 e 1982, na Bélgica, Países Baixos e Comunidade Económica Europeia, actual União Europeia.

Foi vice-presidente da Organização da Unidade Africana (OUA), actualmente União Africana (UA), membro do Parlamento Pan-africano e responsável pela sua administração, em Adis Abeba, Etiópia. França Van-Dúnem foi também primeiro vice-presidente do Parlamento Pan-africano.

 
Ministério do Planeamento

O Ministério do Planeamento endereçou  uma nota de condolências pelo falecimento de França Van-Dúnem, destacando os seus feitos enquanto titular deste pelouro, de 1990 a 1991.

O documento assinado pelo titular do Ministério, Victor Hugo Guilherme, assinala que o também antigo presidente da Assembleia Nacional, que faleceu aos 89 anos de idade,  "deixou nesta casa um legado de rigor, disciplina e excelência".

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política