Economia

Fraca colheita no Huambo em cinco meses

A província do Huambo está a registar uma baixa safra na campanha agrícola 2018/2019, tendo sido colhido, até Maio do presente ano, um milhão, 222 mil e 271,23 toneladas de produtos diversos, menos 347 mil e 531 em relação a igual período do ano passado.

26/06/2019  Última atualização 10H15
DR

O facto foi dado a conhecer ontem à Angop, pelo chefe de departamento do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA), Victorino Chonguela, tendo realçado que a diminuição da colheita se deveu à fraca preparação de terras no sistema mecanizado em bloco e a não aplicação de calcário dolomítico, para correcção de solos.
Acrescentou que, com isso, foi possível a colheita de 556.682 toneladas de cereais diversos, 39.557 de leguminosos, 176.978 de raízes e tubérculos, 230.760 de hortícolas e 216.292 de frutas, colhidas numa área de 388.180 hectares cultivados pelos camponeses e agricultores da província.
De acordo com Victorino Chonguela, está a decorrer, nesta altura, a terceira e última fase da colheita dos produtos agrícolas, com término previsto para o mês de Julho, numa campanha que envolveu 200 mil famílias camponesas assistidas tecnicamente pelo IDA, através das escolas de campo, além de beneficiarem de imputes agrícolas.
Durante a campanha agrícola 2018/2019, foram distribuídos 115 toneladas de fertilizantes para o município do Ucuma, por exemplo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia