Regiões

Fraca adesão aos BUAP obriga instalação de postos móveis

Alfredo Ferreira | Caxito

Jornalista

A directora provincial dos Registos e Modernização Administrativa do Bengo, Elisabeth Lima, afirmou, hoje, que devido à fraca adesão da juventude aos Balcões de Atendimento Público (BUAP), vão ser criados postos móveis em várias escolas da província, como liceus e institutos médios, para permitir que os jovens participem activamente no pleito eleitoral que se avizinha.

15/11/2021  Última atualização 22H55
© Fotografia por: MARIA JOÃO | EDIÇÕES NOVEMBRO

Elisabeth Lima falava numa palestra sobre o Registo Eleitoral Oficioso, dirigido aos membros da Comissão Provincial Eleitoral (CPE) do Bengo, e disse que os postos móveis vão permitir que todos os cidadãos abrangidos no processo façam o seu registo eleitoral.

"Comparando com os mais velhos, os jovens aparecem em menor número nos balcões de atendimento”, disse Elisabeth Lima, acrescentando que fora do problema da fraca adesão da juventude, não existem outros constrangimentos de maior realce. 

O presidente da Comissão Provincial Eleitoral (CPE) do Bengo, José Jamba, disse que a palestra foi proveitosa, tendo em conta que permitiu aos comissários eleitorais se inteirar do funcionamento dos BUAP na província. "A nossa missão é supervisionar o processo. Mas para tal, é necessário saber como funcionam os postos de registo eleitoral instalados nessa região do país”, disse.

No âmbito da implementação do serviço do Balcão Único de Atendimento Público (BUAP), na província do Bengo foram instalados 13 postos, sendo que neste mês de Novembro está prevista a abertura de mais 10 balcões

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões