Economia

Fórum quer encontrar soluções para uma economia sustentável

A 2ª edição do Fórum Economia Solidária vai reunir nos dias 4 e 5 de Julho, em Luanda, especialistas com o objectivo de compreender como as práticas da economia solidária replicadas e desenvolvidas, podem ajudar no desenvolvimento inclusivo e sustentável dos cidadãos.

12/06/2024  Última atualização 08H01
© Fotografia por: DR

A informação foi avançada, terça-feira, em Luanda, pelo director da Media Claque, Paulo de Angola, quando falava na conferência de imprensa que visou apresentar informações sobre o evento, onde, em primeira instância, o objectivo é de encontrar caminhos para que o Estado possa olhar para a economia solidária como uma forma de desenvolvimento em sociedade.

Justificando que o país vive à base de uma economia de mercado que sustenta cerca de 20% da população, onde os 80%, estão em algures, sem uma economia definida, pois não se revêem na política de economia de mercado.

"Nos interessa é que o Estado e os demais actores da sociedade possam olhar para a economia solidária como uma forma de sustentabilidade de contribuição da economia nacional à luz daquilo que são os orçamentos públicos, de forma que cada um dos elementos da sociedade, da população em particular, consiga participar um pouco com o que  tem.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia