Política

Florbela Malaquias está satisfeita com mobilização em Cabinda

Bernardo Capita|Cabinda

Jornalista

A candidata a Presidente da República pelo Partido Humanista de Angola (PHA), Florbela Malaquias, manifestou-se, esta terça-feira, em Cabinda, satisfeita com o nível de organização e mobilização de militantes que encontrou na província, o que dá esperança num bom resultado nas eleições gerais de 24 de Agosto.

17/08/2022  Última atualização 09H27
© Fotografia por: DR

Florbela Malaquias exteriorizou tal sentimento quando falava à imprensa no aeroporto local, momentos após a chegada a Cabinda, onde vai permanecer durante dois dias para desenvolver várias actividades políticas, no âmbito da campanha eleitoral, prevendo-se a inauguração da sede do partido e a realização de um acto político de massas no mercado de São Pedro, que fica 10 quilómetros a sul da cidade de Cabinda.

A cabeça de lista do PHA destacou que a sua formação política é um partido de tranquilidade, que tem o homem no centro das atenções e "cuja actividade de mobilização dos cidadãos, que tem estado a fazer, está a surpreender a sociedade pela positiva”.

"Nós somos um partido de tranquilidade, que vamos surpreendendo as pessoas com trabalho e resultados! O nosso empenho está à vista de todos, primámos pela organização e mobilização”,  disse a também jornalista Bela Malaquias, para quem o sucesso do seu partido em Cabinda está na quantidade de militantes que se filiaram à formação política, cifra que não revelou, mas assegurou que vai contribuir para que o PHA venha a obter um bom resultado na praça eleitoral de Cabinda.

O dia de ontem ficou preenchido com encontros com as autoridades governamentais da província e autoridades eclesiásticas, com destaque para o bispo da Diocese de Cabinda, Dom Belmiro Chissengueti, visita ao Tchizo, centro do poder tradicional cabindense e, finalmente, Bela Malaquias terminou o dia com a realização de uma passeata que envolveu militantes, simpatizantes e amigos do PHA em várias ruas da cidade de Cabinda.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política