Cultura

Filme “A mulher que ora” na tela do Centro Cultural “Rui Monteiro”

Estácio Camassete | Huambo

Jornalista

A exibição do filme de produção nacional intitulado “A mulher que ora” vai ser a principal atracção, hoje, pelas 18h00, no Centro Cultural “Manuel Rui Monteiro”, na cidade do Huambo, capital do Planalto Central.

08/06/2024  Última atualização 13H00
Iza Binga é a actriz principal do filme do realizador “Genuíno” © Fotografia por: DR

O novo filme do cineasta Funzula Eduardo "Genuíno” foi gravado na província do Huambo, com um elenco de 34 actores, com idades compreendidas entre os 5 e os 50 anos, e vai ser exibido, hoje, pela primeira vez, no Centro Cultural Manuel Rui Monteiro.

Segundo o autor do filme, a cena tem um tema universal, que inspira pessoas de todas as culturas e religiões, e que reconhecem o poder da oração como "uma forma de conexão com algo maior do que nós mesmos”.

O cineasta Funzula Eduardo "Genuíno” revelou que o filme é uma obra-prima do cinema angolano, tem uma abordagem sensível e emocionante sobre temas como a fé, a perda e a superação.

O também coordenador da equipa de produção do filme destaca a interpretação da actriz principal Iza Binga, no papel de Verónica Vicente, a mulher que ora e a principal atracção desta longa-metragem.

No filme "A Mulher que ora”, a casa da família Vicente é o cenário principal, onde muitos momentos marcantes da trama se desenrolam.

O enredo do filme narra histórias de traições, onde a família quase que se destrói, porque o chefe do agregado, Leandro Vicente, se envolve numa outra relação, o que provocou momentos de tensão e conflito no lar, tornando aquela casa num lugar cheio de altos e baixos.

Estreado no dia 8 de Março, na cidade do Huambo, "A Mulher que ora” desenrola-se num seio familiar marcado por conflitos, com visões diferentes sobre a vida mundana e a religião.

Iza Binga, a actriz principal, retrata a história da família Vicente, cujas condições de vida escondem o ambiente de tensão e de conflito permanentes.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura