Sociedade

Fiéis recebem apelo para conservar marcos da Igreja em Angola

A Igreja Assembleia de Deus Pentecostal, em Luanda, deve ser conhecida pelos marcos da fé, da obediência e da paciência que sempre caracterizaram os pioneiros da evangelização e que muito fizeram para hoje ser possível falar-se de uma denominação conhecida pela verdadeira doutrina bíblica.

18/06/2022  Última atualização 16H35
© Fotografia por: CEDIDA

Este posicionamento foi expresso pelo reverendo António Joaquim de Sousa, Presbítero Provincial, na mensagem dirigida este sábado, no encerramento da IX Conferência Bíblica Provincial, que decorreu sob o tema "Não mudes os marcos deixados pelos antigos", na Igreja do Kilamba Kiaxi, zona do Golfe 2.

Na presença de membros da administração do município, que estiveram em representação do Executivo, o reverendo António Joaquim de Sousa "Pr Neves" disse que os jovens, sobretudo devem ser ensinados a valorizar os marcos deixados pelos antigos, pois eles representam sabedoria e acima de tudo temor a Deus.

Dirigindo-se aos pastores, o líder da Assembleia de Deus Pentecostal em Luanda, pediu paciência aos obreiros mais novos para os processos de transição, porquanto "a pressa é também inimiga da perfeição".

Como exemplo, pastor Neves, como é mais conhecido nas lides da Igreja, citou referências como Aguiar, Cartaxo, Mungongo e Joaquim Manuel como pessoas cujas histórias de vida devem ser preservadas e imitadas.

O Presbítero provincial reconheceu existir, as vezes, alguns excessos nas Igrejas tuteladas ao nível da província de Luanda, mas acima de tudo admite ser a congregação que lidera uma boa parceira do Governo e da autoridade do Estado, o que pode ser provado pelos bem sucedidos trabalhos de evangelização, educação secular e teológica, combate à delinquência juvenil e também na valorização da família como núcleo mais importante da sociedade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade