Economia

Festival traz competição ao sector da publicidade

Ana Paulo

Jornalista

O 2º Festival de Publicidade (Festipub) que arrancou esta quinta-feira, em Luanda, encerra amanhã, com mais de 30 categorias em competição, a inverter o registo baixo do certame no ano passado.

23/09/2022  Última atualização 16H17
© Fotografia por: DR

O Festipub visa promover e reconhecer a excelência da criatividade na comunicação empresarial, premiando anunciantes, agências produtoras e estúdios cujos trabalhos impulsionam o mercado publicitário e da comunicação no mercado nacional e internacional.

Os dois primeiros dias do festival estão dedicados a FestTalks (painéis de especialistas realizados para reflectir sobre as experiências e visões de futuro e a abordagem de temas essenciais da indústria publicitária), com o último reservado à realização do evento de premiação.

 No que toca às categorias, destaca-se a inclusão das classes Sponsor (Patrocinador) do Ano, Média Exterior do Ano, Televisão, Rádio, Imprensa Escrita, Portal de Entretenimento e Portal de Notícias.

As restantes categorias incidem sobre trabalhos de marketing e comunicação, campanha publicitária, spots de rádio, eventos e marketing de influência, para apenas citar algumas.

O corpo de jurado, que contará com três participações internacionais oriundas de Moçambique e Cabo Verde, estando estabelecido que o presidente do Júri não exerce voto, coordenando apenas o trabalho para garantir isenção e rigor  no processo.

Em declaração à imprensa, o membro da organização do Festipub Bruno Magalhães realçou que todas as instituições que se enquadram nos requisitos estiveram habilitadas para participar depois da inscrição.

Bruno Magalhães indicou que o número de premiados depende do registo de candidaturas, sendo que, no ano passado, a organização recebeu mais de 300 solicitações para a avaliação de trabalhos realizados num período de três anos, ao contrário da edição em curso, em que a avaliação ocorre, apenas, sobre trabalhos realizados de Janeiro a Dezembro de 2021.

"Acreditamos que haverá uma adesão significativa, porque o mercado publicitário é dinâmico, embora atravesse um contexto um pouco adverso”, realçou, considerando que  entre os profissionais "há um espírito de resiliência enorme”, com as empresas a  continuarem a trabalhar e a produzir trabalhos de excelência.

Quanto ao prémio, Bruno Magalhães esclareceu que o Festipub não tem qualquer componente financeira, optando pelo reconhecimento da excelência do trabalho que é desenvolvido.

Os prémios estão sujeitos à avaliação do corpo de jurados para as categorias de Ouro, Prata e Bronze, destacando, também, a introdução das categorias Outdoor formato especial, Digital e Marketing de Influência.

O 1ª Festipub decorreu de 29 de Abril a 1 de Maio do ano passado, com 331 candidatos a concorrerem em 29 categorias do concurso. Entre as dezenas de trabalhos distinguidos com os prémios Ouro, Prata e Bronze, o destaque foi para a agência Executive Angola, que conquistou o Grande Prémio Festipub com uma campanha publicitária.

A Boost arrebatou o prémio Platina de Agência do Ano e a Team Films foi considerada pelo corpo de jurados a produtora do ano de 2020.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia