Cultura

Festival de Cinema“Pulungunza” caracteriza a luta das mulheres

O Festival de Cinema “Pulungunza! Lutas de Mulheres no Cinema”, que abriu esta segunda-feira, no pátio do emblemático Hotel Globo, na baixa de Luanda, com entrada livre, decorre até 31 deste mês.

26/07/2022  Última atualização 12H03

A mostra de cinema, que pretende chamar a atenção dos participantes para a luta das mulheres pela igualdade e justiça social, exibe durante sete dias produções cinematográficas da África subsariana e europeias (Alemanha, Espanha, França e Portugal), sobre a conquista desses direitos e criará espaços de debate sobre temas contextualmente importantes e que colocam a mulher no mesmo cenário de oportunidades sociais.

As sessões de cinema serão sucedidas de debates abertos em torno dos temas abordados nos filmes, animadas pelas activistas do colectivo Ondjango.

Ontem, dia de abertura do festival, a discussão girou em torno dos "desafios e oportunidades para a justiça social em Angola: que caminhos possíveis?”. Hoje, depois da sessão, o tema reservado é "Cultura e direitos humanos: as linhas invisíveis que os conectam e separam”, já na quarta-feira, "O poder dos movimentos sociais”, na quinta-feira, "Subvertendo o status quo” e na sexta-feira, "Sexualidade, identidade e crescimento”. No sábado e no domingo, as discussões serão sobre "O que fazemos com os nossos privilégios?” e "A sala de aula como espaço revolucionário”, respectivamente.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura