Cultura

Feitos de Neto junta jovens em Benguela

Maximiano Filipe | Benguela

Jornalista

O contributo e os feitos de António Agostinho Neto estão a ser enaltecidos em 10 municípios de Benguela, através de actividades culturais e artísticas, visitas a locais turísticos e palestras sobre a vida e obra do primeiro presidente de Angola.

13/09/2021  Última atualização 08H25
© Fotografia por: DR
As actividades, dirigidas especialmente aos jovens, são abertas a todos e estão enquadradas nas festividades do  17 de Setembro, Dia do Herói Nacional. Entre as iniciativas de realce, realizadas nos últimos dias, destaca-se um encontro de reflexão que serviu para singela homenagem a figura do escritor.

Com a participação de jovens de diversos estratos sociais de Benguela, o acto permitiu a estes conhecerem mais e elogiar António Agostinho Neto, enquanto figura significativa no surgimento e crescimento de muitos autores da nova geração.

Para os participantes, Agostinho Neto é um exemplo a seguir e uma figura incontornável que inspirou muitas gerações e ainda o faz até hoje. O coordena-dor do projecto, Elias Ukuahamba, incentivou os jovens a seguirem os feitos de Neto e serem, também, figuras de relevo para o país.
O professor Fernando Pewa, um dos participantes, considera essencial levar esta homenagem para outros sectores, além do cultural, nas quais Agostinho Neto teve um impacto decisivo, como a educação.

"Temos de prestar uma maior atenção ao sistema de formação de quadros, a partir da base, para que a futura geração cresça com noções sólidas. Este era um dos sonhos do escritor, defensor das causas justas dos angolanos, e deve continuar a ser um alicerce para o futuro”, sustentou.

O estudante universitário Pedro Katumua, outro participante, acredita que a valorização dos ensinamentos do escritor passa por todos. "Cada cidadão deve ser um transmissor destes ideais junto das comunidades”.

O encontro de reflexão, que teve o apoio da administração municipal de Benguela, contou com a participação de 60 jovens, entre estudantes universitários, docentes, representantes de igrejas e associações juvenis. A actividade ficou, ainda, marcada por um recital e declamação de poemas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura