Economia

Feira de produção agrícola acolhe mais de 30

Mais de 30 expositores, entre agricultores individuais e cooperativas e associações de camponeses, participam desde ontem na primeira feira de produção agropecuária, que decorre no municipio do Ambriz, provincia do Bengo.

30/10/2020  Última atualização 13H32
O certame, a decorrer sob o lema "Ambriz, Produzir para Crescer” tem como objectivo promover a cadeia de produção, transporte e comercialização de bens agrícolas na região.
O director municipal do Ambriz da Agricultura e Pescas, Tiago António, salientou que o evento está a registar uma grande adesão da parte dos produtores em expor os seus produtos e realizarem bons negócios.

Tiago António ressaltou que a feira tem a particularidade de ser o escoamento dos produtos do campo para as cidades, por isso apelou às grandes superfícies comerciais no sentido de estarem presentes na bolsa agrícola.
O director da Agricultura e Pescas do Ambriz destacou o papel do sector dos Transportes no escoamento dos produtos do campo para as grandes zonas de consumo, por serem os responsáveis em fazer chegar os bens agrícolas às grandes superfícies comerciais.

Quanto aos contactos entre os produtores e comerciantes, Tiago António disse que a feira está a servir de mola impulsionadora para a expansão da produção. Reconheceu que os camponeses debatem-se com dificuldades de escoar os seus produtos devido à má qualidade das vias de acesso.
A directora provincial do Gabinete de Desenvolvimento Económico do Bengo, Fátima Sebastião, que falava no acto de abertura em representação da governadora provincial, Mara Quiosa, disse que a feira do campo está aliada aos propósitos do Governo da Província do Bengo e do Plano de Desenvolvimento Económico.

Salientou que o Gabinete de Desenvolvimento Económico tem apoiado as cooperativas e as associações de camponeses com o Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI), acrescentado que a província no âmbito do PRODESI tem aliado onze projectos de comércio e distribuição que visa fazer com que a produção do campo seja escoada e levada às grandes superfícies comerciais.

Fátima Sebastião anunciou que na província do Bengo, três operadoras já beneficiaram de 127 milhões de kwanzas para a compra dos produtos do campo. "Por isso, esta feira vai servir de solução dos problemas vividos pelos camponeses no escoamento dos seus produtos do campo para as cidades”, disse Fátima Sebastião, salientando que o certame vai constituir oportunidade para os agricultores atrair mais clientes e fazer negócios entre os agricultores e empresários do ramo.

O Direcção Municipal do Ambriz da Agricultura e Pescas preparou o ano agrícola 2020/2021, cerca de 162 hectares de terras aráveis, envolvendo 500 famílias, 18 associações, quatro cooperativas de produção agrícolas e seis de pescas.
As estimativas de colheita apontam para nove mil toneladas de produtos diversos. Na feira do Ambriz, participaram os expositores, representando as comunas do Tábi e da Belavista.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia