Economia

Feira da Batata e Milho supera as expectativas

A primeira edição da Feira da Batata Rena e Milho realizada no município do Chinguar (Bié), entre quinta e sábado, superou as expectativas, ao movimentar 347 milhões de kwanzas em negócios realizados no recinto e mais 80 milhões fora do recinto.

12/08/2019  Última atualização 09H13
DR © Fotografia por: Feira da Batata recebeu durante três dias sete mil visitantes

Segundo o director do Gabinete Municipal da Agricultura, que fez o balanço preliminar da feira, que decorreu sob o lema “Bié: coração de Angola contribuindo para a Diversificação da Economia Nacional”, cerca de sete mil pessoas visitaram o local.
Para o governador do Bié, Pereira Alfredo, o mais importante não foram os negócios feitos na feira, mas o facto do evento ter juntado produtores e potenciais compradores num único espaço.
O Governo provincial do Bié, de acordo com Pereira Alfredo, vai institucionalizar a Feira da Batata e Milho e terciarizá-la, para que sejam os empresários a assumirem a sua organização periódica.
À margem da feira, foi realizada uma palestra sobre a ”estratégia para o aumento da produção da batata rena e do milho em Angola”, onde o director nacional da Agricultura, António Sozinho disse que o país vai contar, ainda este ano, com uma fábrica de materiais agrícolas, a ser montada na província do Cuanza-Sul.
“Os incentivos criados para o desenvolvimento da Agricultura, já aprovado por Decreto Presidencial, passam pela obtenção de crédito, política de preços mínimos, seguro agrícola, caixa comunitária e promoção de utilização de novas tecnologias”, afirmou
Por sua vez, o director nacional do Comércio Interno e Serviços Mercantis , Estêvão Chaves, defendeu a necessidade de os produtores divulgarem as previsões das colheitas para facilitar a planificação dos potenciais compradores.
Foram expostas, 722 toneladas de milho, 479 de batata-rena, 2.200 de feijão e 400 de trigo.



Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia