Economia

Feira comercial encerra este domingo em Cangandala

Luisa Victoriano | Malanje

A 2ª Feira de Produção Local de Cangandala, Malanje, encerra este domingo, quatro dias depois de ter aberto, em plena época de colheita, sob a expectativa da realização de negócios que contribuam para o escoamento da produção agrícola.

03/07/2022  Última atualização 08H40
Feira estabelece soluções para escoar a produção © Fotografia por: DR

O certame, que visa a promoção das potencialidades locais no domínio da produção agrícola, turística e agropecuária, conta com a participação de 87 expositores, incluindo, além de Malanje, representantes das províncias de Luanda, Cabinda, Uíge, Lunda-Norte e Lunda-Sul, dos quais se espera obter contratos de fornecimento.

A administradora de Cangandala, Engrácia dos Santos, também destacou a importância a feira pelo potencial de atrair investidores, estando a dinamizar a aproximação entre os produtores locais e os comerciantes.

Segundo a responsável, a feira é benéfica para o município, por criar condições para a solução das grandes preocupações dos agricultores e empresários,  visando facilitar a interacção com a banca, com vista à obtenção de crédito e à mecanização agrícola.

A exposição constitui uma amostra da considerável oferta de produtos alimentares agrícolas de Cangandala, sendo observada mandioca, feijão, peixe de água doce, batata-rena e doce, tomate, abóbora, bombô e farinha torrada, mas, também, roupas africanas e serviços de restauração.

Representações dos serviços de Identificação, Instituto Nacional de Segurança Social, Administração Geral Tributária e Saúde marcaram presença na exposição.

A expositora Manissa Matos, vinda de Cabinda para participar na Feira de Produção Local de Cangandala, disse estar satisfeita com a participação no evento, esperando voltar a  comercializar todos os produtos, com maior destaque para a roupa africana.

A vendedora Esperança Sebastião disse à nossa reportagem estar na feira para vender, ao mesmo tempo  para obter experiência de outros comerciantes.

 

Luísa Victoriano | Cangandala

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia