Desporto

Faraós detêm recorde

Teresa Luís

Jornalista

Das 24 selecções que a partir de amanhã dão início, à disputa da 33ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN), o Egipto, Faraós, detém o recorde de presenças com um total de 24, seguida pelo Ghana com 22, Camarões 19, Nigéria e Argélia, com 18 participações.

08/01/2022  Última atualização 08H45
© Fotografia por: DR
ecorde de presenças com um total de 24, seguida pelo Ghana com 22, Camarões 19, Nigéria e Argélia, com 18 participações.
As nações que formam o quinteto com maior número de presenças são também candidatas à conquista do título. Do grupo de selecções presentes na fase final do CAN, duas são de Países de Língua Oficial Portuguesa (Palop), Guiné Bissau e Cabo Verde.

Na fase de qualificação, os cabo-verdianos ocuparam a segunda posição do Grupo F, com dez pontos. Os "Tubarões Azuis", após o triunfo caseiro por 3-1 frente aos Camarões, precisavam apenas de um empate em território moçambicano para carimbar o passaporte para o CAN. Determinado em garantir a qualificação, Cabo Verde venceu Moçambique, por 1-0.

A Guiné-Bissau também terminou no segundo lugar do grupo de qualificação. Na derradeira jornada, os ‘Djurtus’ precisavam de vencer o Congo Brazzaville. Os pupilos de Baciro Candé derrotaram os congoleses, por 3-0, e acumularam nove pontos.

Selecções presentes no CAN: Burkina Faso, Camarões, Cabo Verde e Etiópia integram o Grupo A, Guiné, Malawi, Senegal e Zimbabwe formam o B, Comores (estreante), Gabão, Ghana e Marrocos completam o C, Egipto, Guiné-Bissau, Nigéria e Sudão figuram no D, Argélia (campeão), Costa do Marfim, Guiné Equatorial e Serra Leoa estão inseridos no E, ao passo que a Gâmbia (estreante), Mali, Mauritânia e Tunísia estão no F.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto