Regiões

Família Tucker impressionados com o potencial turístico

Venâncio Victor | Malanje

Jornalista

Os três membros da família William Tucker, descendentes dos primeiro escravos angolanos a chegar ao território dos Estados Unidos de América ficaram impressionados com o potencial turístico, riqueza histórica e sócio cultural da província de Malanje.

16/12/2021  Última atualização 22H15
© Fotografia por: EDIÇÕES NOVEMBRO

Durante a visita de dois dias à província de Malanje, iniciada na terça-feira, os membros da família Tucker visitaram as Pedras Negras de Pungo a Ndongo, no município de Cacuso, as Quedas de Calandula, bem como os Túmulos dos Primeiros Missionários Metodista da família de William Tucker, na localidade do Quessua e a igreja evangélica local.

Carolita Tucker, uma das integrantes da caravana, disse hoje à saída de uma audiência concedida pelo governador da província de Malanje, Norberto dos Santos, que se tratou de uma visita emotiva e que serviu para a troca de experiências.

Na ocasião, manifestou disponibilidade de voltar a Angola sempre que for possível, tendo considerado o país belo, de pessoas hospitaleiras e que desperta o interesse de qualquer pessoa do mundo.

Por seu turno, o governador provincial realçou o potencial turístico e agrícola da província sublinhado que a região está aberta a investimentos. 

A viagem desses três membros da família nomeadamente, Wanda Tucker, Carolita Cope e Vincent Tucker, ao país acontece depois dos mesmos terem mantido um encontro com João Lourenço, aquando da visita de trabalho a Washington DC, em Setembro do ano em curso.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões