Política

Família real do Dubai quer investir no país

César Esteves

Jornalista

O presidente do grupo MBM, holding de investimento ligada à família real do Dubai, o Sheik Mohammed bin Maktoum Bin Juma Al Maktoum, manifestou, esta terça-feira, em Luanda, interesse em investir nos sectores da Agricultura e da Saúde.

17/08/2022  Última atualização 08H45
Presidente João Lourenço acolhe iniciativa de investidor © Fotografia por: Dombele Bernardo | Edições Novembro

O membro da família governante do Dubai deu a conhecer a intenção à imprensa, sem entrar em detalhes, no final da audiência concedida pelo Presidente da República, João Lourenço, no Palácio Presidencial. "Esperamos contar com algumas oportunidades que o país oferece nas áreas da agricultura e da saúde, de tal forma que possamos avançar para o desenvolvimento do país", realçou o investidor.

Mohammed bin Maktoum Bin Juma Al Maktoum, que visita Angola pela primeira vez, destacou as po-tencialidades em várias áreas. O presidente do grupo MBM não revelou o montante que tenciona aplicar, mas sublinhou que a vontade manifestada pelo Presidente João Lourenço e a forma como foi acolhido pelo povo angolano, encorajam a pensar em mais projectos num futuro próximo.

"Em termos monetários, não tenho, ainda, números específicos para avançar. Isto depende da minha equipa, que vai fazer o seu trabalho, mas posso garantir que estes números serão conhecidos brevemente", assegurou. Por enquanto, prosseguiu, está em curso o trabalho de planificação que vai levar adiante o referido projecto.

Mohammed bin Maktoum Bin Juma Al Maktoum, que vem ao país em nome da Aquila, empresa subsidiária do grupo MBM, disse ter descoberto as oportunidades de investimento, durante a visita ao pavilhão de Angola na Expo Dubai, deste ano. Acrescentou que nesta ocasião recebeu da empresa BoaVida, na pessoa de Márcio Costa, o convite para visitar o país.

"Esta empresa, por si só, abriu-nos os olhos, de tal forma que conseguimos divisar as oportunidades de negócios existentes em Angola", lembrou. Angola não é o único país onde o membro da família real do Dubai procura oportunidades de investimento.


Empresário já esteve em  Portugal com o mesmo fim

Estabelecido em 2006, o grupo MBM é um escritório da família real com sede em Dubai e uma holding de investimentos com actividades em investimentos, consultoria estratégica e desenvolvimento social e comunitário. Com um crescimento inicial virado para o mercado dos Emirados Árabes Unidos, como capitalista de risco, a MBM mostra, agora, a sua liderança e experiência em consultoria esportiva, saúde, educação, serviços de petróleo e gás, imóveis e situações especiais. Por ser membro da família real, a política empresarial da MBM é vigilante em termos de avaliação de oportunidades, iniciação de projectos, técnicas de inovação e parcerias com empresas multinacionais. Com a liderança de Sheikh Mohammed Bin Maktoum Bin Juma Al Maktoum, a MBM se reinventou como um sofisticado escritório familiar que atende a clientes em todo o mundo e acolhe sinergias com corporações internacionais no Médio Oriente.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política