Desporto

Falta de inscrições adia reunião técnica da prova

Melo Clemente

A falta de inscrições das doze equipas que anunciaram a participação na 45ª edição do Campeonato Nacional de Basquetebol sénior masculino, designada de Unitel Basket, forçou o adiamento por tempo indeterminado da reunião técnica da competição, inicialmente, prevista para a segunda-feira, 19, numa das salas de reuniões da Federação Angolana da modalidade (FAB), sita no Complexo da Cidadela Desportiva, em Luanda.

22/09/2022  Última atualização 07H45
Tony Sofrimento acredita que a reunião técnica e o sorteio deva acontecer nos próximos dias © Fotografia por: DR
Das doze agremiações, que manifestaram de forma verbal a intenção de disputar a edição número 45 do Unitel Basket, apenas seis colectividades se inscreveram junto da direcção técnica do órgão reitor de basquetebol no país, a FAB. Trata-se do 1º de Agosto ‘A’ e ‘B’, Petro de Luanda ‘A’ e ‘B’, Futebol Clube Vila Clotilde e a Casa do Pessoal do Porto do Lobito (CPPL).

Face à situação, a direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol foi "obrigada” a cancelar a reunião técnica, que devia marcar a data do sorteio da 45ª edição do certame, cujo arranque está previsto para 21 de Outubro.

Tony Sofrimento, director do Unitel Basket, lamentou o adiamento da reunião técnica e assegurou a realização e o sorteio nos próximos dias.

"Infelizmente, a reunião técnica (do Unitel Basket) não aconteceu no dia 19, tal como tínhamos programado. Lamentavelmente, até segunda-feira, tínhamos inscrito apenas cinco clubes, dos doze que manifestaram interesse em competir na 45ª edição do Campeonato Nacional. Hoje (ontem), recebemos a inscrição da Casa do Pessoal do Porto do Lobito e acredita que as demais equipas vão fazê-la nos próximos dias”, assegurou o antigo secretário-geral da FAB.

Só após a confirmação das doze agremiações é que a direcção técnica da FAB fará o sorteio da competição.

"Mal tenhamos as inscrições das doze equipas, vamos partir de imediato para a realização do sorteio da prova”, garantiu o director.

Em sequência do protocolo de biossegurança, todos os jogadores, técnicos e auxiliares, que farão parte da edição número 45 do Unitel Basket, devem estar vacinados com as duas doses da vacina contra a Covid-19.

A direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol promete fazer um controlo rigoroso, para que o protocolo de biossegurança seja cumprido por todos os integrantes, à semelhança do que aconteceu na época transacta. Quem não reunir os requisitos do protocolo de biossegurança será "banido" da competição, segundo fez saber a fonte.

"Temos de continuar a combater esta pandemia que continua a fazer vítimas mortais em todo o mundo. O protocolo de biossegurança deve ser rigorosamente cumprido. Quem não cumprir, arrisca-se a ser afastado da competição”, asseverou.

A edição 45 do Unitel Basket referente à época desportiva 2022/2023 será disputada em duas fases. Na primeira, conhecida como regular, as doze agremiações disputarão no sistema de todos contra todos a duas voltas. Na segunda, a do play off e nos quartos-de-final, será a melhor de três jogos. Nas meias-finais, a melhor de cinco partidas, e a grande final será a melhor sete jogos.

Petro de Luanda é o actual detentor da coroa doméstica.

A época desportiva 2022/2023 do escalão sénior masculino abre a 15 de Outubro, com a disputa da Supertaça Wlademiro Romero. A Taça de Angola masculina realiza-se de 21 de Dezembro de 2022 a 17 de Fevereiro de 2023.

A direcção da FAB trabalha no sentido de fazer disputar as provas nas datas previamente marcadas.

  "Grandes” projectam a nova temporada

As equipas do Petro de Luanda, campeão nacional em título, Grupo Desportivo Interclube, vice-campeão, e 1º de Agosto já abriram as oficinas, visando à disputa da 45ª edição do Campeonato Nacional de Basquetebol sénior masculino (Unitel Basket).

Com o aproximar da data do início da competição, as designadas "equipas grandes” intensificam cada vez mais a preparação de forma a começar da melhor maneira a época desportiva 2022/2023.

Depois de arrebatar todas as provas nacionais, mormente, Supertaça Wlademiro Romero, Taça de Angola e Unitel Basket, a equipa do Petro de Luanda está fortemente apostada em repetir a proeza da edição passada.

O técnico brasileiro José Neto, que prescindiu dos internacionais angolanos Leonel Paulo e Olímpio Cipriano, procura montar uma equipa capaz de lutar pelos troféus da nova temporada.

Depois de ficar no segundo lugar na Basketball Africa League (BAL), ao perder na grande final com US Monastir da Tunísia, os petrolíferos vão lutar pelo ceptro africano.

Por seu lado, o clube central das Forças Armadas Angolanas, o 1º de Agosto, a agremiação mais titulada da competição com 19 títulos, contra 15 do Petro de Luanda, tenciona reconquistar o título do Unitel Basket.

Já o Grupo Desportivo Interclube, finalista vencido da edição passada, vai à busca do primeiro anel doméstico.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto