Regiões

Falta de enfermeiros causa encerramento de 8 postos de saúde

António Capitão | Uíge

Jornalista

Oito postos de saúde se encontram encerrados em aldeias do município do Songo, cerca de 40 quilómetros da cidade do Uíge, por falta de enfermeiros, o que faz com que a população seja obrigada a percorrer longas distâncias em busca de assistência médica, segundo o director municipal da Saúde, Etelvino Quiangango.

08/03/2022  Última atualização 09H55
© Fotografia por: DR

"Já não podemos contar com enfermeiros contratados, porque temos tido muitas dificuldades para pagar os honorários ", disse.

Etelvino Quiangango acrescentou que para uma cobertura aceitável da rede sanitária do município do Songo são necessários mais 100 enfermeiros e médicos, tendo em conta que existem apenas oito profissionais, dos quais um expatriado.

Segundo o director municipal da Saúde, as unidades sanitárias encerradas poderão ser reabertas em breve, tendo em conta que o município recebeu mais dez enfermeiros, recentemente admitidos no âmbito da repescagem de técnicos que não tinham sido absorvidos pelo sector, na sequência do concurso público de ingresso realizado em 2019.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões