Economia

Fábrica prepara condições para exportação de adubo

A fábrica de adubo orgânico Soiadubo, no município do Longonjo (64 quilómetros da cidade do Huambo), duplica a capacidade de produção de 80 mil toneladas por dia para 160 mil, com o objectivo de exportar o excedente aos países vizinhos.

20/03/2020  Última atualização 19H11
DR

A informação foi ontem avançada à Angop pelo chefe de produção da unidade fabril, António Cassinda, salientan-do que o aumento da capacidade instalada visa, sobre-
tudo, abastecer as 18 províncias de Angola, que constituem o principal destino do produto, bem como fornecer ao mercado externo.
Nos últimos meses, tem havido maior disponibilidade de fertilizante nos postos e mercados fronteiriços do país, como forma de dar a conhecer aos agricultores daqueles mercados a existência do produto.
António Cassinda acrescentou que países como a Zâmbia e a Namíbia já mostraram intenção de introduzir o adubo do Longonjo no leque dos insumos para a actividade agrícola. Em Agosto de 2019, um grupo de empresários de comercialização de adubos dos dois países esteve na fábrica para tomar contacto com a produção dos fertilizantes.
Acrescentou que, depois da visita, os empresários levaram uma amostra para ser testada nos laboratórios locais, com o objectivo de verem o nível de adequação às suas terras.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia