Economia

Fábrica de fertilizantes do Soyo garante 5.900 postos de trabalho

Fula Martins | Soyo

Jornalista

O governador da província do Zaire, Adriano Mendes de Carvalho, valorizou, segunda-feira, no Soyo, os 5.900 postos de trabalho assegurados para a construção das obras da futura fábrica de fertilizantes, que termina em 2027.

18/06/2024  Última atualização 09H53
Governador Adriano Mendes de Carvalho destaca o projecto © Fotografia por: Adolfo Dumbo | Edições Novembro

Adriano Mendes de Carvalho, que visitou o município do Soyo para constatar o andamento das obras da fábrica de fertilizantes, incluindo as infra-estruturas suplementares, defendeu o recrutamento de mais jovens locais, para o aceleramento das obras do empreendimento e do  apoio às comunidades, no quadro da responsabilidade social do consórcio, com realce para o fomento da prática desportiva.

O governante mostrou-se confiante no progresso económico e social da província que dirige, pelo volume de empreendimentos estruturantes em curso na região.

A fábrica do Soyo, quando começar a operar em 2027, vai  produzir anualmente 1,3 milhões de toneladas de fertilizantes nitrogenados, vulgo Ureia. A unidade fabril do Soyo é uma iniciativa do consórcio AMUFERT e está a ser implementada na zona de Kintambi, numa área de 152 hectares, dos quais 45 para a implantação do empreendimento.

A futura fábrica irá suportar 25 milhões de MMBTU/NG/Y de gás natural, que é a principal fonte para a produção da Ureia.

A unidade fabril irá contar também com tapete rolante de oito quilómetros de extensão, que irá ligar a fábrica ao Porto do Soyo, para o escoamento automático dos fertilizantes aos navios.

 
Satisfazer as necessidades

Actualmente, Angola importa, por ano, mais de 300 mil toneladas de fertilizantes Ureia, para satisfazer as necessidades internas.Com o arranque da fábrica do Soyo, o país deverá gerar um excedente que servirá para a exportação.

O director do projecto, Adriano Lamas, assegurou que três mil e 500 famílias, que se encontravam no local onde está a ser implementado a fábrica de fertilizantes, foram reassentadas e compensadas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia