Economia

Expo-Huíla regista quinze participações estrangeiras

A Expo-Huíla 2022, realiza-da de 10 a 14, no Complexo Turístico da Nossa Senhora do Monte, no Lubango, assinalou a presença de 15 participações estrangeiras do total de 320 empresas registadas pela organização.

15/08/2022  Última atualização 10H50
Vista da ala dos serviços financeiros, que afluíram nesta edição da Expo-Huíla com muitas inovações © Fotografia por: Edições Novembro

Dados obtidos pelo Jornal de Angola, junto da organização, dão conta que Portugal levou para a Expo-Huíla quatro empresas.

Destaque também nas participações estrangeiras para as três (3) empresas namibianas e outras duas sul-africanas. A Índia também contou para o registo histórico deste regresso da Expo-Huíla, tendo colocado uma empresa no certame.

 

Tecnologias indianas

Investidores indianos participaram, na edição deste ano da Expo-Huíla, onde levaram como produto tecnologias agrícolas e de captação de águas subterrâneas.

O expositor Amit Joshi disse ter levado à Huíla soluções que possam facilitar a vida dos produtores agrícolas, sobretudo na transportação de mercadorias e aproveitamento das áreas de produção.

Ainda sobre propostas de soluções, a Empresa Nacional de Seguros e Resseguros de Angola (ENSA) também esteve na Expo-Huíla, tendo, no seu vasto "portfólio” levado a título de cartaz o "Seguro Agrícola” e outras opções, com as quais pretende manter-se no topo da preferência dos clientes quanto à procura de produtos e serviços de seguros em Angola.

Na abertura da exposição, o presidente da Associação Agro-Pecuária, Comercial (AAPCIL), Paulo Gaspar, reafirmou que a Expo-Huíla continua a ser a segunda maior feira em Angola e o segundo mais antigo do país.

Na descrição que fez da Expo-Huíla, Paulo Gaspar disse tratar-se de um certame feito por empresários para os empresários e com os empresários, onde os preços são mais competitivos e mais baixos.

A ocasião serviu, de igual modo, para reiterar que o evento continuará a ter o Complexo Turístico da Nossa Senhora do Monte como local de realização e que relativamente à exiguidade de espaço já há uma solução conjunta,que foi encontrada com o auxílio do Governo da Província da Huíla.

"Queremos deixar bem claro que a classe de empresários da Huíla não concorda com a mudança e agradecemos ao governador da Huíla, Nuno Mahapi Dala, que anunciou ter sido en-contrada solução para a ampliação e modernização das actuais instalações da Expo-Huíla, sem necessidade de mudança”, disse na oportunidade.


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia