Cultura

Expo Dubai abre hoje as portas ao público

A Expo Dubai 2020 abre hoje as portas ao público, depois da abertura oficial ontem, durante uma cerimónia realizada na cúpula Al Wasl Plaza.

01/10/2021  Última atualização 08H40
Pavilhão de Angola é inaugurado hoje pelo ministro da Cultura, Turismo e Ambiente © Fotografia por: Contreiras Pipa| Edições Novembro
Depois da entoação do hino dos Emirados Árabes Unidos, Hussain Al Jassmi, um dos maiores artistas dos Emirados Árabes Unidos e embaixador da Expo 2020, apresentou  o tema intitulado "This Is Our Time”, música que destaca o orgulho pela cultura dos Emirados Árabes Unidos, celebra o futuro e reúne nações de todo o mundo.

O músico foi acompanhado pela cantora Mayssa Karaa, que também é a directora artística da orquestra feminina Firdaus da Expo, bem como 21-Almas, cantora dos Emirados Árabes Unidos. O público testemunhou, ainda, uma fantástica exibição audiovisual, assim como as performances do tenor AndreaBocelli, das cantoras Angelique Kidjo, Andra Day, Ellie Goulding e do pianista Lang Lang.

Com a participação de 192 países, incluindo Angola, cujo pavilhão foi projectado pela arquitecta Paula do Nascimento, a Expo Dubai tem como tema "Conectando mentes, criando o futuro” e está focada em soluções de sustentabilidade, mobilidade e oportunidades.

A entrada dos visitantes só é permitida a partir de hoje e são esperadas 25 milhões de pessoas, durante os seis meses de exposição, com base nos dados dos organizadores.

Como um dos maiores eventos realizados após a pandemia, para entrar na Expo será exigido o comprovante de vacinação contra a Covid-19 ou um resultado negativo de teste PCR ou antígeno - feito 72 horas antes. A norma foi divulgada este mês e aplica-se apenas ao público maior de 18 anos.

Pavilhão de Angola

O ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, inaugura hoje, o pavilhão de Angola, na Exposição Internacional de Dubai 2020, numa cerimónia que vai contar com a presença da comissária nacional de Angola na Expo, Albina Assis, membros do Executivo e do corpo diplomático acreditado nos Emirados Árabes Unidos.

O pavilhão de Angola ocupa uma área de 2.300 metros quadrados, tem formato de Sona (desenhos de área), típicos do povo Lunda Cokwe. O espaço procura realçar uma Angola contemporânea, pelas obras dos artistas Paulo Kussy, Daniela Ribeiro, Finesa Teta, Cristiano Mangovo e Guizef Zeferino. Uma mensagem do Presidente da República, João Lourenço, a dança contemporânea de Angola e projecções do futuro, em painel 3D, também são destaques no pavilhão.

O pavilhão é aberto ao público este domingo, com a exposição "Ancestralidade e tecnologia”, da artista Daniela Ribeiro.


António Bequengue | Dubai

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura