Cultura

Expo Dubai 2020 recebe mais de 410 mil visitantes

A Exposição Internacional do Dubai, a Expo Dubai 2020, a primeira Mostra Mundial a ser realizada na região do Oriente Médio, África e Sul da Ásia (MEASA), teve um grande início ao registar 411.768 visitas com ingressos nos primeiros dez dias do evento.

12/10/2021  Última atualização 08H45
Recinto da Exposição Internacional do Dubai recebe diariamente milhares de visitantes © Fotografia por: Contreiras Pipa | Edições Novembro
A Expo 2020 abriu as portas no passado dia 1 e até domingo mostrou que os visitantes pertenciam a 175 nacionalidades - não muito longe dos 192 países que participam no evento, cada um com o seu pavilhão. Um em cada três visitantes veio do exterior, pelo que se espera o aumento do número de viagens internacionais.


O secretário-geral do Bureau International des Expositions (BIE), Dimitri S. Kerkentzes, disse: "A semana de abertura da Expo  Dubai 2020 sem dúvida foi um sucesso. Os números que estamos a ver são muito encorajadores e demonstram o desejo global de que as pessoas se reconectem e imaginem um futuro melhor”, cita um comunicado de imprensa da organização.


Uma série de opções de ingressos está aberta aos visitantes, com os passes de vários dias e de temporada a se mostrarem populares. Um em cada cinco visitantes já visitou a Expo mais de uma vez, o que demonstra que um dia não é suficiente para desfrutar do leque diversificado e dinâmico de actividades e entretenimento que oferece.


Já o ministro de Estado para Cooperação Internacional dos Emirados Árabes Unidos e director-geral da Expo Dubai, Reem Al Hashimy, disse: "Estamos muito felizes com esta participação maravilhosa. Os números alcançados nos primeiros dez dias reflectem o entusiasmo do mundo em participar da Expo. Os próximos dias e semanas serão repletos de eventos especiais, oferecendo uma experiência ao visitante que será rica, significativa e divertida, e estamos ansiosos para receber muito mais pessoas de todo o mundo.


Muitos dos pavilhões rurais também ficaram impressionados com o número de visitantes.
O comissário-geral do Pavilhão da República Democrática de Timor-Leste na Expo Dubai, Joseph K Issa,  disse: "Temos estado muito ocupados desde que a feira abriu há nove dias, com um fluxo constante de visitantes todos os dias. As pessoas parecem genuinamente interessadas e curiosas sobre o que temos para oferecer e temos o prazer de trazer um sabor de Timor-Leste a visitantes, empresas e investidores de todo o mundo. ”


"Esta é a primeira vez que temos o nosso próprio pavilhão dedicado numa Expo Mundial, e tem sido fantástico compartilhar o melhor das Ilhas Marshall com tantos visitantes. Estamos maravilhados com a reacção das pessoas até agora - esta é, realmente, uma oportunidade incrível para fazermos parte deste evento incrível”, afirmou a comissária-geral deste país na Expo 2020, Doreen DeBrum.


Os números incluem todos os portadores de bilhetes físicos. Eles excluem representantes, delegações e convidados de participantes internacionais, parceiros e outras partes interessadas, bem como funcionários da Expo.


Albina Assis visita pavilhão de Moçambique
A comissária-geral de Angola para Expo Dubai 2020, Albina Assis Africano, visitou, na sexta-feira, o Pavilhão de Moçambique e manteve uma conversa com o seu homólogo moçambicano Miquel Mukai.
Localizado no distrito da Sustentabilidade, o Pavilhão de Moçambique centra-se na promessa da nação de preservar as suas maravilhas naturais para as gerações vindouras, oferecendo aos visitantes uma viagem ao longo do seu futuro, presente e passado.


No pavilhão, os visitantes poderão escrever uma mensagem sobre o futuro do meio ambiente como uma promessa final de respeitar a natureza para as gerações futuras.


Fazendo uma promessa activa de preservar a natureza, colocando as necessidades das gerações futuras em primeiro lugar em todos os sectores, Moçambique pretende assim passar a mensagem de um grande legado à medida que a nação avança como uma só. Moçambique levou para a Expo aspectos peculiares da sua cultura, peças de artesanato, fotos sobre a flora, fauna e espécies marinhas, produtos típicos, vestuários e outros artefactos tradicionais.

O pavilhão de Moçambique  dispõe de uma galeria de algumas das personagens mais icónicas do país, como Eusébio da Silva Ferreira, José Craveirinha, Alberto Chissano, Mia Couto, Bertina Lopes e Lurdes Mutola.


António Bequengue

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura