Sociedade

Explosão de morteiro mata seis crianças

Um total de seis crianças, com idades compreendidas entre 6 e 12 anos morreu e uma teve ferimentos leves, na manhã de quarta-feira (24), na localidade do Nsanda, a cerca de 30 quilómetros a norte da cidade de Menongue, província do Cuando Cubango, em consequência da explosão de um morteiro de 60 milímetros.

25/11/2021  Última atualização 09H20
© Fotografia por: DR
Segundo familiares das vítimas, o incidente aconteceu quando inocentemente as sete crianças brincavam com o referido engenho explosivo não detonado.

 Comunicados, os efectivos do Serviço de Investigação Criminal (SIC) e Protecção Civil e Bombeiros responderam com prontidão, deslocaram-se ao local do sinistro e transladaram os corpos das vítimas para a morgue do Hospital-Geral de Menongue, enquanto a criança que sofreu ferimentos leves depois de assistida pelo corpo clínico recebeu alta hospitalar.

Constantino Chinoia, de 47 anos, pai de uma das vítimas mortais e de um ferido, explicou que a explosão do engenho aconteceu por volta das 9 horas, quando as mesmas tentavam abrir o morteiro de 60 milímetros.

 Sublinhou que a zona onde aconteceu a explosão do engenho, apesar de ser considerada uma área livre de minas, em função dos trabalhos de desminagem realizados há mais de 15 anos, ainda é suspeita por conta da existência de metais estranhos no local.

 De acordo com a fonte, a localidade do Nsanda é uma área potencialmente rica em terras aráveis, onde vários camponeses cultivam actualmente mandioca, milho, massango, massambala, entre outras culturas. Nicolau Vasco| Menongue

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade