Regiões

Exploração de minério no rio Cunene põe em risco combate à seca

A exploração de minério na nascente do rio Cunene pode colocar em risco os projectos do combate à seca na região sul do país, revelou, esta quarta-feira, a governadora da província do Huambo, Lotti Nolika.

13/04/2022  Última atualização 16H19
© Fotografia por: EDIÇÕES NOVEMBRO

A governadora denuncia actos criminosos e apela ao Ministério dos Recursos Minerais, Petróleos e Gás a promover estratégias urgentes para pôr fim ao garimpo naquela região.

Lotti Nolika que falava no quadro da visita ao Huambo do ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, diz que estas acções se não forem impedidas podem colocar em risco os grandes projectos em curso ao longo da bacia hidrográfica como é o caso do sistema de irrigação do Cafu, inaugurado pelo Presidente da República, João Lourenço.

"A nascente do rio Cunene não é o local ideal para a realização de tal actividade, pois trata-se de um dos rios mais importantes do país”, lembrou a governadora citada hoje pela Rádio Nacional de Angola.  

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões