Política

Exigido fim das obras dentro de três meses

O vice-governador para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas da província da Lunda-Norte, Lino dos Santos, exigiu aos empreiteiros a concluírem as obras inseridas no Plano Integrado de Intervenção aos Municípios (PIIM), em curso no município de Chitato, desde Março de 2020, dentro de três meses.

22/01/2022  Última atualização 07H10
Lino Dos Santos manifestou-se "irritado” com o atraso das obras que deveriam estar concluídas em Maio de 2021: "Os atrasos das empreitadas não se justificam, porque as verbas para a execução das obras já andam disponíveis”.

"É preciso que as empresas honrem os seus compromissos e remetam as facturas com regularidade ao Ministério das Finanças para a disponibilização regular das verbas, visando a conclusão das obras dentro de três meses, para que elas sirvam as comunidades”, advertiu. O responsável fez esta exigência no final da visita efectuada, quinta-feira, às obras de construção de quatro escolas de sete e 12 salas de aula, no distrito urbano do Mussungue e duas esquadras policiais.
O município de Chitato inscreveu dez projectos, avaliados em 917 milhões 360 mil 733 Kwanzas, dos quais, um já concluído e inaugurado (esquadra policial na aldeia de Calumbia).

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política