Política

Executivo vai criar condições para divulgação do processo eleitoral

JA Online

O Executivo vai criar condições para a cobertura e divulgação do processo eleitoral em toda a extensão do território nacional, com a missão de informar, educar e promover a participação de todos os cidadãos a este compromisso de cidadania.

18/05/2022  Última atualização 11H49
Secretário de Estado para a Comunicação Social, Nuno Caldas Albino © Fotografia por: DR

De acordo com o secretário de Estado para a Comunicação Social, Nuno Caldas Albino, falando esta quarta-feira, em Luanda, na Conferência dos Media para as Eleições de 2022, em representação do Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, os órgãos de comunicação têm a responsabilidade de levar a verdade o eleitoral.

Nuno Caldas Albino considerou também que os processos eleitorais são o ponto mais alto do exercício político de uma sociedade democrática e a Comunicação Social desempenha um papel insubstituível na interacção e transmissão de mensagens dos partidos políticos.

A conferência, moderada por Geraldo Quiala, teve como oradores os comissários da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), Lucas Quilundo e Eduardo Magalhães, o jurista Bali Chionga, e foi dirigida a jornalistas, directores nacionais, entre outros profissionais da Comunicação Social.

Em debate estiveram o "Papel da Comunicação Social no processo eleitoral na visão da Comissão Nacional Eleitoral” e a "Ética e deontologia profissional na cobertura eleitoral”, num evento realizado sob o lema "A Comunicação Social e o desafio na cobertura do processo eleitoral”.


Texto actualizado às 15:30 minutos. 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política