Mundo

Ex-PR Sul Africano Jacob Zuma em liberdade condicional

JA Online

O Departamento de Serviços Correccionais da África do Sul comunicou esta sexta-feira, que o ex-Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, está em liberdade condicional, após ter sido sentenciado a uma pena de 15 meses de prisão por desrespeito à justiça.

07/10/2022  Última atualização 16H26
© Fotografia por: DR
"O ex-Presidente de Estado, Jacob Gedleyihlekisa Zuma, foi libertado do sistema de Serviços Correcionais. A pena de prisão de 15 meses expirou na sexta-feira, 7 de Outubro de 2022", pode ler-se na notícia avançada pela agência Lusa, que teve acesso a uma nota de imprensa divulgada pelas autoridades prisionais da África do Sul. 

"Essencialmente, Zuma cumpriu com as suas condições de liberdade condicional médica, conforme estabelecido durante a sua colocação. Todos os processos administrativos já foram concluídos e o prazo de caducidade da sentença marca o fim do cumprimento da sua pena sob correcções comunitárias" sublinhou o comunicado.

 

Jacob Zuma enfrenta acusações como fraude, corrupção, lavagem de dinheiro e extorsão, o caso judicial remete há mais de 20 anos, estando relacionado com a compra de equipamento militar a cinco empresas de armamento europeias, em 1999, quando ainda era vice-Presidente do país, refere a mesma fonte.

 

O antigo líder do ANC tinha sido condenado a 15 meses de prisão por desacato à justiça, em 29 de junho de 2021, pelo Tribunal Constitucional da África do Sul. 

 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo