Mundo

EUA confiam que segunda volta das eleições no Brasil será "livre e justa"

JA Online

A Casa Branca espera que a segunda volta das eleições presidenciais no Brasil seja realizada "de forma livre, justa, transparente e credível", como parece ter sido a primeira volta das eleições, anunciou hoje a porta-voz da Administração Biden.

03/10/2022  Última atualização 20H20
© Fotografia por: Reuters

Karine Jean-Pierre felicitou o povo brasileiro e as suas instituições por uma primeira volta "bem-sucedida" e salientou que os Estados Unidos apoiam "o livre exercício do direito (dos eleitores) de escolher o seu próximo líder".


"Todas as informações disponíveis indicam que a primeira volta decorreu de forma livre, justa, transparente e credível, com todas as instituições relevantes a trabalharem segundo a Constituição", disse a porta-voz da Casa Branca citada pela Lusa, que falava a bordo do avião presidencial, a caminho de Porto Rico.

Pelas razões avançadas, Karine Jean-Pierre afirmou que os EUA "partilham" a confiança do Brasil de que a segunda volta se desenrolará da mesma forma.

No domingo, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, felicitou na rede social Twitter o Brasil e expressou a esperança de que a segunda volta decorra "com o mesmo espírito de paz e dever cívico".

Os brasileiros foram às urnas no domingo numa das eleições mais polarizadas da última década.

Com 99,9% dos votos apurados, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi o candidato mais votado, obtendo 48,4% dos votos, contra os 43,2% alcançados pelo actual chefe de Estado Jair Bolsonaro.

Como nenhum dos dois ultrapassou a fasquia dos 50% dos votos, ambos disputarão a Presidência do Brasil na segunda volta marcada para 30 de Outubro.

 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo