Sociedade

Estudantes em formação têm as bolsas garantidas

O Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (INAGBE) desmentiu, ontem, em comunicado, a suspensão do pagamento dos subsídos aos bolseiros internos em formação.

16/12/2020  Última atualização 16H05
Milton Chivela, DG do INAGBE © Fotografia por: DR
No documento, assinado pelo director-geral da instituição, Milton Chivela, o INAGBE assegura que todo o estudante interno em formação receberá, nos próximos dias, o complemento de bolsa dos meses de  Outubro a Dezembro.

A suspensão do pagamento do complemento de bolsa aplica-se apenas  aos estudantes internos que não se encontram em formação no presente ano académico.

Além dos mais de seis mil bolseiros internos, o INAGBE controla  2.566 bolseiros no estrangeiro, 41 por cento dos quais do sexo feminino.

 Cuba, com 51 por centos de estudantes,  é o pais que alberga o maior número de bolseiros, seguido da Federação Russa, com 21 por cento, e Portugal, com nove por cento. A maioria dos estudantes está inserida em programas de licenciatura, sendo 89 por cento  em cursos de graduação, 5,6 por cento em cursos de mestrado e 4,1 por cento em doutoramento.

Até Abril, o Estado disponibilizava, todos os meses,1,4 mil milhões de kwanzas para o pagamento dos complementos de bolsas de estudo para estudantes que se encontram no estrangeiro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade