Desporto

Estados Unidos tentam contrapor favoritismo da Holanda

Os passes para os quartos-de-final do Mundial-2022, com sede no Qatar, começam a ser disputados a partir desta tarde. Holanda e Estados Unidos são as primeiras selecções a entrarem em cena nos oitavos-de-final, a partir das 16 horas, no Estádio Internacional Khalif. Ainda hoje, às 20 horas, jogam Argentina e Austrália .

03/12/2022  Última atualização 06H25
Espera-se por uma partida renhida entre as duas selecções que estiveram bem na fase de grupos © Fotografia por: DR
Num Grupo B a priori complicado, do qual fizeram parte também a Inglaterra, o Irão e o País de Gales, os Estados Unidos conseguiram apurar-se com a vitória de 1-0 sobre o Irão, na terceira e última jornada, resultado que lhe valeu o segundo lugar da "pool”, atrás dos ingleses.

Os Estados Unidos, ao leme de Gregg Berhalter, é uma selecção relativamente frágil em relação ao adversário desta tarde.

Ainda assim, ao contrário de um apuramento ao Mundial sofrível que tiveram na zona CONCACAF, não se  pode dizer que tiveram um mau desempenho na fase de grupos. Até porque, apesar de ficarem em segundo na classificação, terminaram invictos na sua série, com dois empates e uma vitória. Ou seja, totalizaram cinco pontos em nove possíveis.

No seio dos americanos, a grande preocupação prende-se com o avançado e principal unidade Christian Pulisic (do Chelsea, da Inglaterra), que sofreu uma lesão pélvica após marcar o golo no desafio com o Irão.

Por seu turno, ao contrário dos americanos, os holandeses estão a ter um desempeno abaixo do que era esperado, a julgar pelo que fizeram nas eliminatórias de apuramento ao Mundial e pelo estatuto que possuem no futebol.

No último desafio da fase de grupos, os holandeses venceram o Qatar por 2-0, com golos de Cody Gakpo e de Frankie De Jong. Ao todo, na primeira fase da competição, a Laranja Mecânica marcou cinco golos e sofreu um.Categorizado técnico, Van Gaal ainda não repetiu a equipa inicial neste Mundial.Esta é a primeira vez que as selecções defrontam-se numa partida oficial.  Ao longo da história, noutros encontros, Estados Unidos e Holanda jogaram em cinco ocasiões, com vasta vantagem holandesa no histórico de resultados, com  quatro triunfos e uma derrota diante dos americanos.

Espera-se por uma partida renhida e que venha a devolver aos holandeses a boa exibição em campo que habituou os adeptos de futebol, nas várias competições em que se faz presente.

 

ONZE PROVÁVEL

 Holanda

Noppert; Timber, Van Dijk e Ake; Dumfries, Berghuis, De Jong; Klaassen e Blind; Gakpo e Memphis Depay

Téc: Louis Van Gaal

 

Estados Unidos

Turner, Dest, Carter-Vickers, Tim Ream e Robinson; Tyler Adams, Weston McKinnie e Y. Musah; Brenden Aaronson, T. Weah e J. Sargent.

Téc: Gregg Berhalter.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto