Sociedade

Especulador de preços foi levado a tribunal

Ana Paulo

Jornalista

A Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança imentar(ANIESA), detido e remetido para o tribunal um cidadão de nacionalidade eritreia por especular preços de produtos da cesta básica. O cidadão, gerente da empresa Comercial BASRAT, Lda, após julgamento sumário, foi posto em liberdade mediante de multa de 800 mil kwanzas.

21/10/2021  Última atualização 09H50
ANIESA e SIC realizam a “Operação Vigilância” de preços © Fotografia por: DR
 O facto ocorreu depois dos inspectores da ANIESA notarem  irregularidades  dos preços de alguns produtos no estabelecimento comercial do cidadão detido, no âmbito da "Operação Vigilância”.

A campanha que visa  empresas que violam a lei sobre  os preços dos  produtos da "Cesta Básica” vigiados pela ANIESA e o Serviço de Investigação Criminal (SIC), Direcção de Investigação e Ilícitos Penais (DIIP),  Polícia Nacional e Administração Geral Tributária  (AGT).

 Foram já inspeccionados vários estabelecimentos comerciais em  Luanda, como a empresa comercial MAFCOM, onde o preço da caixa de óleo  vegetal de marca Tailândia passou de 14.049 kwanzas para 10.802; óleo vegetal  em bidões de 20 litros,  de Kz. 20.533 para Kz. 15.405 ; leite em pó de 50 quilogramas, de kz 155.475 para Kz. 139.939 kwanzas.  No  estabelecimento comercial "PAFIC”, onde o açúcar, de marca cristal era vendido a Kz. 24.000.00  baixou para 22,900.

Na loja "STAR ONE” o preço da caixa de frango mantém-se a 10 mil kwanzas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade