Política

Especialistas propõem mais escolas inclusivas

Edna Mussalo

Jornalista

Os especialistas que participaram na segunda edição do webinar defenderam, de uma maneira geral, a criação de mais escolas inclusivas no país, face ao número reduzido destas instituições.

17/06/2021  Última atualização 09H13
© Fotografia por: DR
Os especialistas trocaram as suas experiências e reconheceram a necessidade do  país investir mais em estudos e num trabalho multidisciplinar, de forma a se dar melhor resposta aos problemas relacionados à dislexia, autismo, bem como outros transtornos.

Os especialistas de Portugal e Brasil falaram sobre as causas da dislexia, sintomas, diagnóstico e formas de tratamento, apresentando exemplos e realidades dos respectivos países. O médico angolano especialista em Neurologia Clínica infantil Walter Diogo apontou a necessidade de um maior investimento e formação de quadros especialistas na área, tendo em conta a existência de apenas cerca de quatro em Luanda, além da elaboração de uma estatística onde constem crianças com transtornos de dislexia e outros.

Durante o webinar, foi ainda analisado o papel do educador na primeira infância, para a identificação precoce das necessidades especiais em crianças, adolescentes e jovens. O encontro foi destinado aos educadores da primeira infância, médicos, sociedade civil e famílias angolanas e contou com especialistas nas áreas de Sociologia, Neurologia, Psicopedagogia.

A iniciativa é do Gabinete da Primeira-Dama de Angola, Ana Dias Lourenço, em parceria com a Faculdade de Serviço Social da Universidade de Luanda e a Escola Superior de Educação Paula Frassineti, de Portugal.
A primeira conferência ocorreu a 26 de Novembro de 2019, sob o lema "O contributo do assistente social, do educador social e do educador de infância para a cidadania, equidade e qualidade do ensino”. 


Pretende-se, com esta conferência, fomentar a troca de experiências entre especialistas angolanos, portugueses e brasileiros, além de identificar as áreas cruciais para o estabelecimento de uma cooperação entre as instituições de ensino e os profissionais que actuam nestas áreas. 


Webinar é um seminário online, em vídeo, gravado ou ao vivo, que geralmente permite a interacção da audiência via chat. As principais plataformas de Webinário são Youtube Live, WebinarJam e GoToWebinar.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política