Cultura

Escritor John Bella quer mais produção

Manuel Albano |

Jornalista

O escritor John Bella manifestou-se, quarta-feira (12), em Luanda, preocupado com a pouca produção de obras literárias infanto-juvenil, ao ponto de colocar este sector num estado de letargia cada vez mais acentuado.

13/01/2022  Última atualização 09H45
Escritor chama atenção para a letargia no género literário © Fotografia por: DR
O autor, que está a preparar uma reedição dos livros "Os Primeiros Passos da Rainha Njinga” e "O Regresso da Rainha Njinga”, para o primeiro trimestre  do ano em curso, apelou ainda para um maior investimento do Executivo e de parceiros na produção de livros, por serem instrumentos importantes na vanguarda no processo de ensino e aprendizagem das crianças.

Em breve, informou, os leitores vão poder ter um novo livro sobre o percurso da soberana do Reino do Ndongo e da Matamba. Para John Bella, a produção literária no  país é, de um modo geral, preocupante. "Existem poucos apoios à publicação de livros para crianças e deve-se mudar urgentemente esse paradigma”, alertou.

A produção literária, continuou, com destaque à literatura infantil, já teve  momentos melhores. O autor é de opinião que as verbas destinadas à produção da  literatura didáctica devem também servir para a publicação de mais livros infantis, em especial do género conto.

A reedição de obras infanto-juvenis, reforçou, é uma forma de contribuir para salvaguardar o espaço conquistado por este género ao longo dos anos, com nomes que ajudaram a moldar uma nova geração de leitores e autores. "Trata-se de uma literatura auxiliar à criança, que deve ter um maior investimento do Estado”, defendeu.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura