Desporto

Escorpiões da Gâmbia descem à toca dos Leões

António Félix

Jornalista

Gâmbia-Camarões, a partir das 17h00 de hoje, no Estádio de Doula, é o duelo de maior destaque dos quartos-de-finail da 33ª edição da Taça de África das Nações que, para, logo mais, a partir das 20h00 reserva no cartaz o aliciante Burkina Faso -Tunísia.

29/01/2022  Última atualização 07H25
As equipas escaladas para o jogo de hoje possuem estrelas para fazer bom jogo © Fotografia por: DR
Espera-se que o jogo proporcione muitas emoções, sobretudo com linhas de ataque envolventes e onde os Leões Indomáveis dos Camarões, a jogarem em casa, com a ovação do seu público, descem ao relvado na condição de favoritos.
Estarão diante de uma equipa que, a pensar na proeza de já ter chegado até aos quartos de final, vai abordar o jogo com tenacidade face aos anfitriões que apesar de invictos até ao momento, podem encontrar escolhos em terreno adversários.

Na verdade, os Escorpiões da Gâmbia, só estreantes nesta 33ª edição do torneio, estão com uma boa campanha, pois, até aqui superaram as expectativas, deixando atrás selecções como a Tunísia e Mali e Guiné. Quem os segue, hoje está para ver se, diante dos Leões, esta brilhante campanha não se afigura apenas como um "conto de fadas".

Gâmbia e Camarões já se cruzaram duas vezes na história do futebol continental, com a última vitória a "sorrir" para os Camarões. Nas eliminatórias da Taça das Nações de África de 2019, os Leões Indomáveis venceram em casa a selecção que veio da África Ocidental, por 1-0 e, seguidamente, fora, por 2-0.

A Gâmbia entra em campo com baixas. Yusupha Njie está suspenso devido à sua expulsão após vitória sobre o Mali nos oitavos-de-final e Ablie Jallow, que já marcou duas vezes na competição, também não está disponível por lesão, de modo que a selecção orientada por Tom Saintfiet vai contar outras peças, entre elas o notável atacante Musa Barrow, que joga no Bolonha de Espanha.
Camarões

Pelas características da actuação dos Escorpiões da Gâmbia, é possível que, pelos Camarões, o técnico faça muitas alterações. Advinha-se, assim,  um "onze" diferente do que ganhou a suar às Ilhas Comores, na terça-feira, com um lote onde a grande "estrela" tem sido o avançado Vicent Aboubakar, já com os quatro jogos e colocado entre os concorrentes dos melhores "artilheiros" da prova.
Gâmbia hoje, alinhado no seu habitual sistema de 4-1-4-1, pode apostar em Baboucarr Gaye (guarda-redes); Dawda Ngum, James Gomez, Omar Colley, Pa Modou Jagne; Sulayman Marreh; Ebrima Colley, Yusupha Bobb, Ebrima Darboe e Modou Barrow  e Musa Barrow.

Pelos Camarões a probabilidade da equipa inicial, em 4-4-2, aponta para André Onana (guarda-redes); Collins Fai, Jean-Charles Castelletto, Michael Ngadeu-Ngadjui, Nouhou Tolo; Moumi Ngamaleu, André-Frank Anguissa, Martin Hongla, Karl Toko Ekambi; Eric Maxim Choupo-Moting e Vincent Aboubakar.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto