Sociedade

ERCA condena publicações sem comprovação

A Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (ERCA) condenou, sábado (16), a publicação na media online de informações não comprovadas, segundo as quais o regime político angolano tinha uma suposta lista para eliminar fisicamente uma série de figuras da vida pública, com destaque para jornalistas e juízes.

17/10/2021  Última atualização 09H43
© Fotografia por: DR
O referido texto, menciona a ERCA, refere que a execução seria selectiva, até antes das eleições, previstas para Agosto de 2022, por essas figuras representarem incómodo e algum risco à manutenção do poder do actual regime governante.

Em função disso, a ERCA  condena esses "conteúdos graves com alegações falsas”, por a peça não se basear em factos comprovados nem mencionar sequer quaisquer fontes, ainda que anónimas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade