Economia

EPAL põe à disposição novo sistema de gestão de girafas

O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, avaliou recentemente, o grau de eficiência do novo sistema tecnológico de gestão de girafas (sistema pré-pago) do Centro de Distribuição do Benfica II, no bairro Benvindo (Luanda), uma iniciativa em fase experimental, que está a ser implementado pela Empresa Pública de Águas de Luanda (EPAL).

07/06/2021  Última atualização 09H04
Ministro João Baptista Borges manteve dialogo com os camionistas ambulantes do Benfica © Fotografia por: DR
Uma nota do MINEA dá conta que, o novo Sistema Tecnológico de Gestão de Girafas, denominado ”Waterinmove” prevê melhorar a arrecadação de receitas, através de tecnológica pré-paga integrada com medição em tempo real e gestão remota.
 O Centro de Distribuição do Benfica II atende os bairros  Benvindo, Honga, Patriota, Zona Verde e Zonas das Salinas, e comporta dois reservatórios, cada um com capacidade de 10 mil metros cúbicos.


Recomendações

No encontro que o ministro João Baptista Borges manteve com os vários operadores, foram levantadas preocupações, principalmente a apresentada pela comissão dos camionistas ambulantes.
O titular da pasta da Energia e Águas orientou a EPAL, a criar condições para a ampliação do sistema aplicado, bem como alargar os locais de enchimento para evitar os congestionamentos e a fraca produtividade.

 Exortou ainda a EPAL, a expandir o sistema, fundamentalmente nos maiores clientes cadastrados, nomeadamente indústrias e hotéis.
O governante reiterou a necessidade da cobrança para garantir a continuidade dos serviços, bem como o cumprimento das necessidades internas das empresas, respeitando os clientes que cumprem com a suas responsabilidades.

Relativamente às denúncias dos actos de garimpo e sabotagem da rede hidráulica, o governante pediu maior interacção entre a EPAL e a Polícia Nacional, no sentido de se envidar esforços para responsabilizar criminalmente os eventuais envolvidos.
Acompanharam o ministro na jornada de campo, o secretário de Estado da Energia, Belsa da Costa, o presidente do Conselho de Administração da ENDE, Hélder Adão, administradores e altos responsáveis do seu gabinete e das empresas tuteladas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia