Sociedade

Enfermeiro está preso por morte de paciente

André da Costa

Jornalista

Um enfermeiro, identificado por Américo Lucas, que se fazia passar por médico cirurgião, foi detido, por ter causado a morte, durante uma operação, da cidadã Maria da Silva, 47 anos, no último dia 4.

22/09/2022  Última atualização 09H50

A referida operação decorreu no consultório médico, localizado no bairro da Mulemba, município do Cazenga, pertença do detido, onde a vítima tinha ido para tratar um paludismo, mas acabou submetida à cirurgia na região abdominal.

O porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC)-Luanda, superintendente Fernando de Carvalho, avançou que o enfermeiro tem documentos que atestam ter feito a formação, numa Escola Técnica Média de Saúde, e exerce a profissão, chegando a passar receitas e operar inúmeros pacientes que ocorrem ao consultório.

Neste momento, Américo Lucas está indiciado nos crimes de falsa qualidade e negligência médica e vai ser apresentado ao Ministério Público, para legalização da detenção.  Enquanto isso, Adolfo Maquina, viúvo de Maria da Silva, clama por justiça. "Eu não sabia que Américo Lucas fosse um falso médico, uma vez que usava bata das Forças Armadas Angolanas para trabalhar e se auto intitulava cirurgião”.

Sobre o que originou a cirurgia, o viúvo frisou apenas que a esposa tinha sido submetida a uma ecografia, da qual o acusado determinou que tinha de ser operada.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade