Política

Encorajada a criação de pequenos negócios

A directora do Gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do MPLA, Fátima Viegas, encorajou, em Cabinda, os jovens da província a dedicarem-se ao empreendedorismo, criando pequenos negócios, como fonte de rendimento pessoal e familiar.

16/10/2021  Última atualização 08H00
Directora do Gabinete para a Cidadania, Fátima Viegas © Fotografia por: José Soares | Edições Novembro
Fátima Viegas encabeça uma delegação de quadros do Gabinete de Cidadania, para a realização de seminários e encontros de auscultação com jovens, autoridades tradicionais e líderes religiosos. 

A responsável destacou que os jovens (homens e mulheres) devem aproveitar as oportunidades que o Governo oferece, no âmbito das políticas públicas, para apresentarem ideias e projectos sustentáveis de negócios, capazes de mudarem o quadro das dificuldades sociais com que muitos deles se deparam, que se agudizam mais com a falta de emprego.
Líderes religiosos

Na quinta-feira, Fátima Viegas exortou os líderes de confissões religiosas reconhecidas pelo Estado a contribuírem nas acções de sensibilização da população, visando o resgate dos valores cívicos, morais e éticos.

Ao intervir no seminário com o tema "Diálogo com Igrejas e Instituições Reconhecidas”, realizado pelo Comité Provincial do MPLA, Fátima Viegas reconheceu que a igreja, como parceira do Governo e integrante da sociedade, desempenha um papel preponderante na dinamização e promoção da cidadania, sensibilizando a população para a mudança de mentalidade, "para que se possa alcançar de modo mais rápido e sustentável a paz e a coesão social e a melhoria das condições de vida”.

Fátima Viegas reuniu-se, também, com as autoridades tradicionais da província. No encontro a directora do Gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do MPLA inteirou-se das reais dificuldades com que essa franja se depara e solicitou maior empenho e dedicação nas tarefas de sensibilização das comunidades para o respeito das normas éticas e do civismo.Arsénia Manuel|Cabinda

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política