Sociedade

Encarregados chamados a participar mais nas actividades extra-escolares dos filhos

Edvaldo Lemos | Caxito

Jornalista

Os participantes ao III Encontro Nacional das Escolas Associadas à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), que decorreu em Caxito (Bengo) recomendaram aos pais e encarregados de educação a participarem nas actividades extra-escolares dos filhos.

12/10/2021  Última atualização 12H02
© Fotografia por: DR
Os participantes recomendaram, também, o recurso às tecnologias de informação e comunicação no processo de aprendizagem, para permitir maior integração digital e propiciar condições para a inclusão digital.

Durante dois dias, os participantes discutiram questões pertinentes, ligadas à Educação e Cultura, tendo recomendado a dinamização do processo de inserção das línguas nacionais no currículo escolar, assim como a valorização de aspectos culturais na formação de professores, com vista ao fortalecimento dos traços identitários da preservação da Cultura Nacional no processo de ensino-aprendizagem. No final dos trabalhos, os participantes concluíram que o sector da Educação está estritamente interligada à Cultura, razão pela qual compete à escola, à família, às Igrejas, comunidades e outras agências educativas, incutir o respeito pela pluralidade e pelas diferenças culturais, para que todos possam conviver juntos, independentemente dos valores, hábitos e costumes de cada povo.

"Durante os dois dias, reflectimos sobre questões pertinentes ligadas a educação e cultura. Outra questão não menos importante é, precisamente, o desenvolvimento de actividades extra-escolares. O nosso desejo é ver aumentado este tipo de actividades nas escolas, por entender que galvanizam o aluno no processo de ensino-aprendizagem”, reconheceu o director do Gabinete Provincial da Educação, Fernando Manuel.

O secretário permanente da Comissão Nacional para a UNESCO, Alexandre Costa, depois de entregar uma menção honrosa ao Governo da Província do Bengo, encorajou os professores da província a não se desviarem do foco.


No evento, organizado pela Comissão Nacional de Angola para a UNESCO, no auditório General Foguetão, os participantes abordaram vários temas, repartidos em três painéis: "A disposição legal do sistema de educação e ensino no fortalecimento da cultura nacional-desafios e perspectivas", "As Tecnologias de Informação e Comunicação Social”, e "Os órgãos de comunicação social como ferramentas de fortalecimento da cultura nacional”.

À margem do III Encontro Nacional das Escolas Associadas à UNESCO, foi realizada uma feira de exposição de projectos académicos, que contou com a participação de 16 escolas do II Ciclo do Ensino Secundário da província do Bengo, e instalada uma oficina de trabalho, denominada "Escolas em Acção".

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade