Regiões

Empresários convidados a investirem na Nharea

A administradora da Nharea, Maria Lúcia Chicapa, convidou os empresários nacionais e estrangeiros a investirem no seu município, para gerarem bens e serviços que satisfaçam as necessidades da população, bem como criarem postos de trabalho.

07/03/2022  Última atualização 08H35
Administradora municipal da Nharea, Maria Lúcia Chicapa © Fotografia por: DR

Maria Lúcia Chicapa considerou insuficientes os investimentos privados na Nharea, tendo realçado a necessidade da construção de uma mini-hídrica e instalação de pequenas indústrias para facilitar a vida dos habitantes da região e ajudar no desenvolvimento do mu-nicípio. Realçou as potencialidades do município relativamente a investimentos no sector Mineiro, Agropecuária, na prestação de serviços e no Turismo.


Entretanto, reconheceu o estado avançado de degradação das estradas secundárias e terciárias, que dificultam as trocas comerciais entre as zonas produtivas e a vila da Nharea, como outras condicionante ao desenvolvimento do município.

No campo dos investimentos, os sinais começam a evidenciarem-se. Por exemplo, a comuna da Lúbia, no mesmo município, ganhou sábado uma panificadora, com capacidade para produzir 700 pães e diversos bolos por dia.

O empreendimento foi inaugurado pelo vice-governador para área Técnica e Infra-estruturas, José Fernando Tchatuvela.

A panificadora, gerida pelo grupo FDYAM-Comércio Geral SU Lda, criou 10 postos de trabalho para jovens da região.

 

Cesta básica

Setenta e cinco pessoas com necessidades especiais e que se encontram em situação de vulnerabilidade de alguns bairros da sede comunal da Lúbia beneficiaram de cesta básica, no âmbito das acções da administração de combate à fome e a pobreza.

Dos bens constam arroz, fuba de milho, sabão, óleo de soja, açúcar, fuba, massa alimentar, feijão e sal.

A administradora da Nharea, Maria Lúcia Chicapa, disse que a ajuda insere-se no programa do Governo provincial que visa a assistência às famílias carentes.

Garantiu apoio contínuo às famílias em situação de vulnerabilidade, incluindo o fornecimento de sementes, fertilizantes, enxadas e catanas, para a próxima campanha agrícola.

Ainda na Lúbia, 25 mulheres terminaram uma acção formativa sobre técnicas de fabricação de sabão caseiro, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza e Fome.

A acção formativa teve a duração de dois dias, com o objectivo de munir as participantes de conhecimentos que lhes permitam fabricar sabão caseiro, uma forma de obterem um ofício e sustentarem as suas famílias.

A ideia é estender o projecto em todas as comunas e aldeias do município, para que as mulheres, sobretudo as das comunidades rurais, possam ajudar a reduzir a fome e a pobreza no seio familiar.

A comuna da Lúbia acolheu neste sábado o acto municipal do Dia Internacional da Mu-lher, a assinala-se na terça-feira, 8 de Março.

O evento, que decorreu sob o lema "Desafios do Em-ponderamento da Mulher”, foi orientado pelo vice-governador para o sector Técnico e Infra-estruturas, José Fernando Tchatuvela, em representação do governador Pereira Alfredo.

José Fernando Tchatuvela disse que, dos vários programas que o Executivo de Angola tem traçado, procura a participação e emancipação da mulher.

 


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões