Economia

Empresários alemães prospectam Cabinda

Um grupo de empresários alemães pretende instalar, na província de Cabinda, uma indústria de fertilizantes, para tornar a região autónoma nesse produto e garantir emprego aos jovens.

04/05/2022  Última atualização 10H40
© Fotografia por: DR
A intenção foi manifestada, esta terça-feira (3), pelo presidente do Grupo ERTM INVEST, Clause Shirabev, que integra uma delegação empresarial alemã, que se encontra em Cabinda a explorar o mercado local e identificar possíveis áreas de investimento.

O empresário, que não avançou valor do investimento, destacou que o objectivo da implantação da fábrica de fertilizantes "é para permitir que a região tenha produtos com sua chancela e oportunidade de assegurar formação especializada aos jovens, visando o desenvolvimento local e do país, de um modo geral”.

A delegação dos "homens de negócios” da Alemanha, que visita Cabinda, é integrada por três empresários, de um total de 10, dos vários ramos de actividades daquele país europeu, que desde segunda-feira estão em Angola para avaliar as oportunidades de investimento.

Em Cabinda, os empresários germânicos devem permanecer três dias, período suficiente para conhecer a realidade dos municípios do interior, com destaque para Buco-Zau e Belize, onde há um potencial económico muito forte. Os municípios de Buco-Zau e Belize são potenciais em recursos florestais e minerais, como madeira e ouro, já em exploração, e fosfato e diamante, em fase de prospecção.

A par das visitas previstas para o sector extractivo e florestal, o Jornal de Angola apurou que os empresários tencionam, também, explorar os sectores da Saúde, Agro-pecuária, Energia e Águas locais, igualmente agendados para visita. Ainda não foi avançado o volume de investimento para Cabinda, mas, sabe-se que o montante global a investir em Angola, dentro de seis meses, atinge 5 mil milhões de euros.

A delegação germânica, que inclui a embaixadora de Angola na República Federal da Alemanha, Balbina Malheiros Dias da Silva, já manteve um encontro com o Governo da Província, no qual foi apresentado o plano de intenções do investimento alemão e foram dadas garantias sobre as potencialidades que a região apresenta.

A embaixadora Balbina Malheiros Dias da Silva afirmou que a visita à Cabinda se enquadra no esforço que o Executivo tem vindo a empreender, em prol do fomento da cooperação empresarial e com vista a atrair potenciais investidores para alavancar a economia nacional, gerar empregos e reduzir a pobreza.


Bernardo Capita e Pedro Suculate | Cabinda

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia