Economia

Embaixador visita Dulceria Nacional

O embaixador na Argentina, Fidelino Peliganga “Menha”, deslocou-se, terça-feira(17), à Dulceria Nacional, uma confeitaria de capitais angolanos e argentinos implantada em Luanda, com capacidade para produzir mais de 15 mil toneladas de guloseimas por ano, com inauguração prevista para o início de Junho.

18/05/2022  Última atualização 09H25
© Fotografia por: DR

O grupo angolano Webcor e o argentino Arcor investiram 45 milhões de dólares na Dulceria, uma fábrica instalada no Pólo de Desenvolvimento Industrial de Viana (PDIV) com uma produção projectada de cinco mil toneladas de rebuçados, sete mil toneladas de biscoitos e 3.700 toneladas de chocolate, quando estiver a operar com a sua capacidade máxima.

O embaixador, que, ontem, visitou a fábrica pela segunda vez, declarou que esta nova deslocação é parte de uma agenda adoptada pela representação diplomática em Buenos Aires para ajudar a garantir que o investimento corresponda tanto às expectativas institucionais angolanas, quanto às dos investidores, em grande medida representados por capitais do país sul-americano.

Estas expectativas, residem grandemente no que os investidores reafirmaram ao embaixador, que é a redução das importações de biscoitos, bolachas e chocolates da marca "Bon o Bon” do mercado sul-americano, particularmente da Argentina.

O diplomata foi, ainda, informado de que o referido empreendimento fabril é o primeiro do grupo Arcor fora da América Latina e é parte de uma estratégia para atender o mercado da região da África Austral, numa primeira fase.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia