Política

Embaixador angolano acreditado no Sultanato de Omã

O embaixador Extraordinário e Plenipotenciário de Angola no Reino da Arábia Saudita, Frederico Manuel dos Santos e Silva Cardoso, foi acreditado, nesta terça-feira, no Al- Barakah Palace, como embaixador não residente no Sultanato de Omã, tendo feito a entrega das Cartas Credenciais ao Chefe de Estado daquele país, o Sultão Haitham Bin Tarik.

10/05/2022  Última atualização 23H11
© Fotografia por: CEDIDA

A cerimónia foi precedida pela entrega das Cartas Figuradas, no dia 8 (dois antes da entrega das Cartas Credenciais). Nessa ocasião, o representante de Angola no Sultanato de Omã abordou com o titular da pasta das Relações Exteriores, Sayyid Badr Albusaidi, o estado das relações diplomáticas e de cooperação entre os dois Estados.

Cooperação

Os sectores Mineiro, da Agricultura, das Pescas e da Logística portuária foram identificados como estratégicos e com elevado potencial para a concretização de parcerias e investimentos, no quadro do reforço da relação de cooperação entre os dois países.

A assinatura de um conjunto de instrumentos jurídicos nos domínios das consultas políticas, isenção de vistos em passaportes oficiais, protecção recíproca de investimentos, eliminação de dupla tributação, dentre outros, afigura-se como um próximo passo que poderá sentar as bases e incentivar o reforço das relações de amizade e de cooperação entre Angola e Omã.

O Sultanato de Omã é um país árabe, localizado no Médio Oriente, membro do Conselho de Cooperação dos Países do Golfo, cuja economia depende principalmente da exportação de petróleo e do gás natural, e no âmbito do seu Plano Estratégico de Desenvolvimento (Visão- 2040), pretende diversificar a sua economia, estabelecendo parcerias com outros países.

Por outro lado, este país se tem destacado pela implementação de uma política activa e pragmática de boa vizinhança com todos os países da região e do mundo, a qual tem merecido um amplo reconhecimento internacional, pelo seu eficaz papel como mediador de conflitos.

No mesmo dia foram igualmente acreditados os Embaixadores da Arménia, Austrália, Bosnia Herzegovina, Côte D'Ivoire, Nova Zelândia e Suíça.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política