Mundo

Eleitor cortou o dedo para corrigir a escolha

As eleições gerais da Índia decorrem até Maio, distribuídas em sete fases, mas há quem já cometa actos radicais pela política, mesmo antes dos resultados.

20/04/2019  Última atualização 06H27
DR © Fotografia por: Pawan Kumar fez má escolha

De acordo com a BBC, citada pelo “Diário de Notícias”, após as votações de quinta-feira, um cidadão indiano decidiu cortar o próprio dedo, depois de se ter enganado na escolha do partido. Neste país, como em Angola, o indicador de cada eleitor é marcado com tinta indelével depois da votação. Para Pawan Kumar, aquela seria a marca do seu próprio engano.
Num vídeo que tornou público, o indiano conta que acabou por votar no Partido do Povo Indiano (BJP) - de Narendra Modi, o Primeiro-Ministro indiano, ao qual as sondagens apontam o favoritismo - em vez de votar no partido Bahujan Samaj, o terceiro maior da Índia, que se aliou a dois outros partidos regionais contra o BJP. Segundo explica, ter-se-á confundido com os símbolos da máquina de votação.
“Queria votar no elefante, mas votei na flor, por engano”, disse Kumar, no vídeo, referindo-se aos símbolos dos partidos exibidos na urna electrónica, presentes ao lado do nome de cada candidato.
Pawan Kumar votou na quinta-feira, em Bulandshahr, no Estado de Uttar Pradesh, no Norte do país. Há 900 milhões de eleitores qualificados, fazendo desta a maior eleição do mundo. A contabilização dos votos só será feita a 23 de Maio.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo