Cultura

Editora Mayamba exortada a publicar peças de teatro

Francisco Pedro

Jornalista

O escritor José Mena Abrantes sugeriu, em Luanda, à editora Mayamba a criação de uma colecção de obras dramáticas, para ajudar os grupos de teatro e encenadores a produzirem textos com qualidade a que o género literário exige, para publicação em livro.

03/08/2022  Última atualização 10H17
© Fotografia por: DR

Por outro lado, Mena Abrantes aconselhou aos grupos de teatro a adaptarem textos dramáticos publicados em livros, para encenação, evitando o caos que se regista nos palcos, quer em Luanda, quer nas outras províncias.

O dramaturgo fez este reparo, no decorrer da apresentação das suas obras "Kimpa Vita a profetisa ardente” e "Filho Bem-Amado do Kongo”, no espaço Escritor do Mês, da Mayamba Editora.

Além da improvisação textual, que persiste nas peças da maioria dos grupos, Mena Abrantes alertou que a ausência da crítica é um outro factor que empobrece o desempenho dos actores, encenadores e técnicos de luz e de som, assim como figurino e cenário.

Referindo-se aos livros que pertencem à colecção Nzadi e cujas peças tiveram estreia no Brasil, o dramaturgo realçou que se trata de obras que nunca tiveram uma apresentação formal, em Luanda, e pelo reconhecimento e relevo dado pela editora "levou-me a estar no espaço Escritor do Mês”.

O projecto Escritor do Mês, na óptica de Mena Abrantes, é uma forma de divulgar as obras literárias, tendo considerado como um espaço de "aliança entre o editor e autor, para que as obras sejam mais conhecidas”.

Arlindo Isabel, que aceitou o desafio de criar uma colecção de textos dramáticos, defendeu que o teatro "bem adaptado, pode ser um bom caminho para divulgar a literatura”.

Acredita que  os órgãos de comunicação social e as escolas do ensino geral, através dos manuais de Português, podem ser veículos para reflectir  ou mostrar a produção de textos dramáticos de autores nacionais.

Durante o mês de Agosto, a Mayamba Editora vai realizar uma edição especial do Escritor do Mês, pondo à venda todas as obras - ensaios de natureza política e diplomática - sobre o ex-Presidente José Eduardo dos Santos, em sua homenagem, publicados sob a chancela da editora.

Venda "Online”

Com 11 colecções, a Mayamba é a maior produtora e editora no parque gráfico angolano e a que mais diversifica entre obras literárias e científicas, com excepção de manuais escolares.

Para atender os leitores, na facilitação de compra, os livros editados pela Mayamba já podem ser adquiridos através da plataforma digital "Angola-Books.com”.

O endereço electrónico foi apresentado na última sexta-feira, e permite aos leitores efectuarem compras de livros usando um cartão multicaixa "express”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura