Cultura

Editora das Letras na Feira de Lisboa

A Editora das Letras, através de uma parceria com a Edinok, faz-se mais uma vez presente na Feira do Livro de Lisboa, levando ao conhecimento do público português os autores e os livros que fazem parte do seu portfólio.

05/09/2021  Última atualização 10H00
© Fotografia por: DR
A edição deste ano da Feira do Livro de Lisboa, que decorre entre 26 de Agosto e 12 de Setembro, é  a "segunda maior da história”.

De acordo com a organização, num comunicado divulgado na quinta-feira, "a Feira do Livro de Lisboa conta com a participação de 131 expositores (com 24 novas presenças) distribuídos por 325 pavilhões, que trazem ao evento seis centenas de marcas editoriais. Trata-se da segunda maior edição da história da Feira, sendo apenas superada pela de 2019”.

À semelhança da edição do ano passado, "e tendo em consideração a evolução do contexto pandémico”, a organização refere que irá "assegurar todas as medidas de higiene e segurança, de acordo com as recomendações em vigor, garantindo que a Feira do Livro de Lisboa será realizada com todas as condições de segurança e saúde para expositores e visitantes”.Nos últimos dias uma foto postada nas redes sociais por Manuel da Fonseca, da Editora Guerra e Paz, fez sensação. Nela aparece o presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, a segurar o livro que lhe foi oferecido pelo editor português, dos autores angolanos Irene Guerra Marques e Carlos Ferreira, a antologia de poesia angolana "Entre a lua, o caos e o silêncio: a flor”, editado pela Guerra e Paz.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura