Regiões

Ebo quer investidores para a produção de maça

Luís Pedro|Sumbe

Jornalista

As autoridades administrativas do município do Ebo, na província do Cuanza Sul, pedem aos investidores nacionais e estrangeiros que apostem no relançamento em grande escala da produção da maçã.

07/09/2021  Última atualização 23H22
© Fotografia por: Luís Pedro

De acordo com o administrador municipal do Ebo, António Franco, alocalidade possui extensas áreas favoráveis para a cultura da maçã que podem ser exportadas a fim de atrair divisas para o país.

"A maça produzida localmente tem boa qualidade”, assegurou, acrescentado que falta investimento que pode ser uma aposta do sector privado.

António Franco adiantou que enquanto não há investidores a solução passa pela constituição de associações e cooperativas como ponto de partida para a captação de créditos junto da banca comercial.

Por seu turno, o director municipal da agricultura, Ebo Matias, fez saber que a produção da maçã é tímida uma vez que é cultivada apenas por produtores individuais.

"Temos também a região da Chôa com um potencial enorme para a produção desta fruta de qualidade faltando apenas o melhoramento dos acessos", referiu o responsável.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões