Política

Dirigente confiante na vitória do MPLA

Weza Pascoal | Menongue

Jornalista

O primeiro secretário provincial do MPLA no Cuando Cubango, José Martins, disse que a caminhada vitoriosa para as eleições gerais de 2022 começa a redefinir-se na próxima sexta-feira (28), com o lançamento da agenda política do partido, em Menongue.

25/01/2022  Última atualização 08H53
José Martins falava, ontem, num encontro de concertação © Fotografia por: Nicolau Vasco|Edições Novembro
Por esta razão considerou histórico o acto para os militantes, simpatizantes e amigos do partido na região, convidando ao lançamento da agenda política do MPLA todos, rumo à vitória no pleito eleitoral deste ano. José Martins falava num encontro de concertação com os responsáveis dos Comités de Acção do Partido (CAP), da Juventude do Movimento Popular de Libertação de Angola (JMPLA) e da Organização da Mulher Angolana (OMA).


Apelou a uma mobilização massiva dos militantes, simpatizantes e amigos para uma participação activa no evento.Realçou que o lançamento da agenda política do MPLA, que deverá acontecer no salão Gimno-Desportivo Mwene Vunongue, será presidido ao mais alto nível, o que "representa um grande ganho para todos os militantes desta região do país, tendo em conta que, desde a fundação a 10 de Dezembro de 1956, o Cuando Cubango nunca acolheu uma actividade do género”.

Além do sentido de responsabilidade que este evento encerra, disse também que tem um significado muito especial por se tratar de um ano em que o país vai realizar as próximas eleições gerais, um desafio pelo qual a província deve trabalhar, a partir de agora, para a vitória do partido.  Lembrou que, nas eleições gerais de 2017, o MPLA perdeu um deputado, ao eleger quatro e um para a oposição. Disse que é preciso resgatar o "ponto perdido” já nas eleições gerais de 2022.

"São acontecimentos que nunca foram vistos na província, desde a Independência Nacional. Ou seja, desde a criação do MPLA e, por isso, convocámos este encontro para passar todas as orientações e que cada um trabalhe na mobilização da população”, disse.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política