Política

Director de Okavango Zambeze convida Angola a ratificar tratado

Angola ainda não ratificou o tratado de conservação transfronteiriça de Okavango Zambeze (AFTC KAZA) sobre o ambiente, fauna e recursos naturais, motivo pelo qual o director executivo do projecto foi recebido hoje (18), em Gaberone, pela embaixadora no Botswana, Beatriz Morais.

18/10/2021  Última atualização 20H53
Embaixadora de Angola no Botswana, Beatriz Morais, recebe director executivo Nyambe Nyambe © Fotografia por: CEDIDA

Nyambe Nyambe destacou, na audiência com a chefe da missão diplomática angolana, a importância estratégica do país para a evolução do projecto, cujo plano visa também o incremento do turismo da região partilhada por Angola, Zâmbia, Zimbábwe, Namíbia e Botswana, bem como o desenvolvimento socioeconómico e cultural da região Austral.

Segundo uma nota de imprensa da Embaixada de Angola no Botswana, o director executivo prestou informações sobre o projecto que beneficia de financiamento do doador alemão KFW Bankengruppe (Grupo de bancos KFW), tendo avançado que até ao momento foram concedidos aos cinco países integrantes cerca de 39 milhões de euros.

Deste valor, acrescentou a mesma fonte, Angola recebeu mais de quatro milhões de euros para aquisição de equipamentos, viaturas, motorizadas 4x4, barcos e kits de uniformes a fim de reforçar as patrulhas no âmbito do projecto. Por isso, salientou a necessidade do país ratificar o Tratado assinado em 2011 em Luanda e que vincula as cinco nações.

Por seu turno, Beatriz Morais  assegurou que oportunamente visitará a cidade de Kasane, sede da AFTC KAZA, a fim de constatar a evolução do Projecto que compreende área de 519,912 mil quilómetros quadrados.

Angola detém a terceira maior participação, com 17% do território, logo após a Zâmbia (25%) e o Botswana (30%). No país, o Okavango Zambeze abrange as coutadas e reservas naturais do Longa, Luiana e Mucusso, na província do Cuando Cubango.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política